Entenda qual a importância do Enade na rotina de uma IES

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é uma ferramenta de avaliação do Governo Federal aplicada por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Porém, na prática, ele atua de maneira muito mais ampla do que isso, afetando a rotina das Instituições de Ensino Superior (IES) e dos alunos que a frequentam.

Mas, afinal, qual a importância do Enade? 

Hoje vamos abordar um pouco mais profundamente os principais tópicos influenciados pelo Enade em relação aos alunos e à IES e também as melhores estratégias para alcançar bons resultados.

Banner de divulgação do webinar sobre Data Science na educação, com Andrea Filatro. Link para inscrição: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/webinarios-andrea-filatro?utm_source=blog&utm_medium=artigo&utm_campaign=webinar-data-science

Qual a importância do Enade para os estudantes?

Primeiramente, vamos falar sobre como o Exame impacta a vida acadêmica dos alunos de sua IES. Confira!

1. O ingresso e a escolha

O resultado do Enade interfere na rotina do aluno desde o momento em que ele escolhe em qual IES ingressar. O estudante deseja entrar em uma instituição que seja reconhecida pelo ensino ofertado e, na maioria das vezes, a avaliação do Enade é um dos únicos parâmetros comparativos que ele terá para se basear. 

Deste modo, sua decisão será fortemente amparada pela avaliação do ranking aliada a outras condições de contexto (como localização, orçamento e indicação de conhecidos). 

2. A conquista do diploma

Apesar de o Enade não exigir uma nota mínima do aluno, a sua realização é um item obrigatório para a liberação do diploma do estudante. Se o curso em que está se formando o egresso faz parte do grupo avaliado naquele ano, a emissão de seu diploma fica condicionado à comprovação de realização do Exame. 

Essa composição da obrigatoriedade da realização, mas da não exigência de nota mínima, muitas vezes, inclusive, acaba sendo o principal nó que a IES tem de resolver na sua relação com o aluno. No final do texto vamos abordar alguns tópicos para auxiliar nesse processo.

Leia também: tire todas as suas dúvidas sobre o edital Enade

3. O egresso e o mercado de trabalho

Não só os alunos ingressantes ficam de olho nas melhores avaliações do Enade, mas certamente o mercado de trabalho também. Empresas que buscam novos funcionários para sua equipe, sobretudo para parcerias e aproximações, desejam se associar às IES mais bem conceituadas. 

Dado isso, o aluno também irá procurar pelas instituições mais bem aceitas no mercado de trabalho. Cada ponto levantado se conecta e puxa um ao outro, tornando a avaliação do Enade muito mais do que um medidor de qualidade do governo.

Qual a importância do Enade para a IES?

Mas e na instituição de ensino, quais são os impactos do Enade? Vamos falar sobre isso agora!

1. A captação de alunos

Se o resultado do Enade influencia diretamente na escolha do aluno ingressante sobre qual IES entrar (seja por suas próprias expectativas de qualidade, seja por buscar uma aprovação do mercado de trabalho) certamente um bom resultado no Exame fortalece qualquer estratégia de captação de alunos

Além da utilização dos dados nas campanhas promovidas pela instituição, se a IES alcança um resultado de destaque pode gerar mídia espontânea em veículos locais e nacionais. Para captação de alunos, essa conquista é um ouro.

2. A aprovação do MEC e licenças

Estamos dizendo aqui das mais diversas influências que o resultado da avaliação pode ocasionar, mas não podemos nos esquecer da sua função original: ela é um medidor de qualidade do governo. 

Instituições de ensino mal avaliadas podem, e devem, receber diligências do Ministério da Educação (MEC) e serem reavaliadas por comissões formadas para esse fim. 

Esse processo pode ainda trazer sanções para a instituição, que pode ter suspensão de suas licenças para a abertura de novos cursos ou novas turmas em cursos já existentes.

Leia também: tudo o que você precisa saber sobre o conceito Enade

3. A retenção de alunos

Se manter em uma IES mal avaliada pode ser uma questão para os alunos mais aplicados que desejam boas colocações no mercado de trabalho e, com a possibilidade de transferências e aproveitamento de currículo, esse não é um aspecto que pode ser ignorado. 

Entretanto, mais importante do que isso, uma boa avaliação fortalece a relação do aluno com a instituição e o faz ter orgulho de estudar e obter o seu diploma em uma IES reconhecida. 

Por isso, uma boa avaliação e boa divulgação interna dos resultados fortalece a relação da sua IES com os estudantes e fortalece a estratégia de retenção de alunos.

4. A valorização do corpo docente e equipe

Se uma IES bem avaliada pode fortalecer a relação com os estudantes, certamente fortalece também a relação com a equipe e corpo docente. 

Um bom resultado amplamente conhecido traz reconhecimento e satisfação para a equipe que participa diariamente dessa construção. E um profissional valorizado trabalha mais satisfeito e dedicado. Não subestime o potencial de valorização da sua equipe!

Como alcançar bons resultados?

Agora que você já sabe qual a importância do Enade, separamos algumas dicas para te ajudar na preparação dos alunos para esse Exame!

1. Preparação a longo prazo

Mesmo a etapa mais importante da avaliação do Enade sendo no momento final do curso (a realização da prova com os alunos concluintes), essa preparação deve começar desde o primeiro dia do estudante na instituição. Afinal, desde o início ele precisa saber tudo sobre essa avaliação, sua importância e como funciona

Como já dissemos aqui, apesar de a realização do Exame ser obrigatória para a emissão do diploma, não é cobrado do aluno uma pontuação mínima na prova. Então, por se tratar de uma atividade extra, realizada em um final de semana, fora da faculdade e no final do ano, várias são as variantes que podem influenciar o aluno a não realizar a avaliação de maneira dedicada ou bem disposta. 

No entanto, se o processo de preparação já está integrado à sua rotina durante todo o percurso na IES e não surge como uma surpresa, a chance de ele se dedicar é bem maior.

2. Comunicação interna fortalecida

A boa realização, por parte do aluno, de uma prova do Enade depende, obviamente, de todo o conhecimento que ele adquiriu ao longo do curso, mas depende também da sua relação com a IES. 

Com uma relação enfraquecida e sem laços, o estudante pode ter a sensação de que fazer uma boa prova é um “favor” que ele faz para a instituição, e não uma retribuição e comprovação de todo o trabalho bem realizado ao longo do percurso. 

Por isso, estar próximo e conectado ao aluno durante todo o curso é fundamental para gerar uma sensação de pertencimento àquele espaço e trajetória não só pessoal, mas da instituição. Por isso, nunca subestime o poder da comunicação interna fortalecida e nunca deixe de investir nela.

3. Preparação integrada à rotina acadêmica

Se desde o início estamos falando de uma preparação continuada, é preciso que digamos também da importância de ela ser integrada à rotina do aluno e não “mais uma atividade extra” que ele tenha que desenvolver. 

Além disso, a realização de simulados ao longo do curso é fundamental, não só para que o aluno treine, mas também para que a IES possa se reavaliar internamente, encontrando pontos fracos e corrigindo-os a tempo.

Mas e os resultados?

Após entender qual a importância do Enade e preparado a sua IES, você sabe como avaliar o desempenho da sua instituição no Exame? Fazer avaliações comparativas com seus resultados anteriores e com outras IES é fundamental. Para isso, o Resultado Enade, da Saraiva, é uma ferramenta preciosa. Confira!

Como funciona o Enade: fotografia de uma sala com estudantes fazendo uma prova.

Como funciona o Enade? O que a minha IES é obrigada a fazer e quais são os impactos?

Você tem conhecimento sobre como funciona o Enade e como ele impacta a sua Instituição de Ensino Superior (IES)? Realizado anualmente, o Enade surgiu como um medidor de qualidade oficial do governo, mas seu alcance vai muito além disso

Por estabelecer um parâmetro comparativo entre os cursos superiores de todo o território brasileiro, seus resultados acabam influenciando diretamente os rankings das melhores faculdades do país. Por consequência, há um impacto na escolha dos alunos sobre qual IES ingressar e na atenção do mercado de trabalho sobre os egressos.

Não está convencido da importância da avaliação? Todos os anos, quando o resultado é publicado, comumente o ranking das melhores e piores colocações ocupa a manchete dos principais portais de notícias do país, o que acaba configurando grande relevância no mercado educacional nacional e potencializa reconhecimentos internacionais. 

Vale lembrar também que, como atua como um medidor de qualidade do governo, as instituições que não atendem às expectativas do Enade estão sujeitas a receberem sanções e a serem impedidas na abertura de novos cursos ou mesmo novos processos seletivos.

Por tudo isso, não subestime a avaliação. Você sabia que a prova é obrigatória e a responsabilidade de inscrever o aluno é da IES? Você sabe como funciona o Enade? Como o resultado é calculado? A importância de ter uma equipe engajada? Hoje, vamos passar por esses tópicos e dar um panorama geral sobre como preparar os alunos e como funciona o Enade.

Quem faz a prova?

O Enade é obrigatório para todos os alunos ingressos e egressos dos cursos avaliados naquele ano. Comumente, os ingressos são dispensados da realização da prova, mas não da inscrição.

Os cursos são divididos em três ciclos avaliativos de modo que cada um nunca fique mais de três anos sem ser avaliado. 

Leia também: o que mudou no Enade?

Como funciona a inscrição do Enade?

A responsabilidade da inscrição é inteiramente da IES. A instituição tem, obrigatoriamente, que inscrever todos os alunos ingressos (para estatísticas de controle) e egressos dos cursos avaliados naquele ano. A confirmação da lista de cursos avaliados bem como as datas de inscrição e cada etapa do processo devem ser conferidas no edital do Exame.

Vale lembrar que a não inscrição ou não realização da prova deixa tanto o aluno que não recebe o diploma como a instituição sujeitos a sanções.

Como é o Exame é composto?

O Enade é composto por 4 instrumentos básicos: 

  • a prova;
  • o Questionário do Estudante;
  • o Questionário de Percepção de Prova;
  • o Questionário do Coordenador de Curso. 

Todos eles são observados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Ministério da Educação (MEC) para avaliação, mas a nota para o ranking é calculada a partir da prova.

A prova

Composta por 40 questões, a avaliação é dividida em duas partes sendo: 

  • 25% de formação geral (dez questões, das quais 2 são discursivas e 8 de múltipla escolha) ;
  • 75% de conhecimentos específicos da área (30 questões, sendo 3 discursivas e 27 de múltipla escolha), envolvendo situações-problema e estudos de casos.

Como é calculado o resultado?

O resultado que vai parar nos rankings é a nota do Conceito Enade. No entanto, esse é apenas um dos indicadores calculados a partir da avaliação. Ele se tornou o mais famoso pois é o que estabelece um conceito comparativo entre todas as IES participantes.

A saber, os outros três indicadores calculados pelo MEC são: Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).

Conceito Enade

O Conceito Enade estipula uma nota comparativa a cada curso por instituição. Para se chegar a um resultado final, é calculada uma média entre os resultados individuais de cada aluno daquele curso da IES e o número de estudantes participantes do mesmo curso daquela instituição.

Depois, essas médias são padronizadas considerando o desempenho médio nacional e o desvio padrão.

Assim, são estabelecidos 5 conceitos: 3 é considerado um rendimento médio naquele curso no país, 1 e 2 caracterizam que a IES está abaixo da expectativa e 4 e 5 representam notas acima da expectativa.

O Conceito Enade é concedido a todas as IES com dois ou mais alunos participantes do Enade.

Como preparar a sua IES para o Enade?

Para um Enade bem sucedido, é de fundamental importância que tanto os alunos como a equipe administrativa e corpo docente estejam completamente familiarizados com o mecanismo, sua razão de ser e funcionamento.

Uma boa preparação para o Enade, além da realização de simulados, começa no primeiro dia do aluno na instituição e envolve não apenas ele, mas também toda a equipe da IES. 

Sem surpresas e engajamento potencializado

Além de entender como funciona o Enade, o aluno, equipe administrativa e corpo docente precisam ter naturalidade e ciência sobre o que esse processo representa para a IES. 

Em linhas gerais, para o aluno (além da habilitação de seu diploma), diz também do seu posicionamento como egresso do curso no mercado de trabalho e para a equipe e corpo docente representa a continuidade e melhoria de condições e reconhecimento do serviço prestado.

O estudante tem a obrigatoriedade de realizar a prova, mas nenhum resultado mínimo é condicionado a ele, de modo que a IES precisa estabelecer uma relação de confiança e fidelidade com o aluno ao longo do curso para que ele tenha real dimensão da importância e impactos da avaliação e não tenha a falsa sensação de que está fazendo apenas um “favor” para a IES. 

Do contrário, não será incomum encontrar casos de alunos que comparecem à prova, mas não a realizam com empenho, desenvolvendo a tarefa apenas para “cumprir tabela” e receber o diploma.

Já para a instituição e o corpo docente, um resultado tão significativo pode dizer não só do futuro da instituição como do seu próprio trabalho. Trabalhar em uma IES reconhecida aumenta também a satisfação e empenho da equipe, bem como potencializa melhorias no ambiente de trabalho e potencial expansão da instituição. Sem contar que um resultado ruim pode trazer sanções legais que afetam diretamente o funcionamento da instituição.

Para o fortalecimento, fidelização e engajamento em todas essas relações é fundamental que a IES tenha uma comunicação interna efetiva e fortalecida, voltada tanto para os estudantes como para a equipe. 

Desde o primeiro dia da entrada do aluno na instituição, é preciso que ele tenha familiaridade não só com esse processo avaliativo, mas também uma relação de pertencimento e satisfação com a IES. 

Da mesma maneira, a equipe e corpo docente devem ser estimuladas a promover essa relação com os alunos e também saber da relevância de sua participação dentro da IES.

Canais de comunicação diretos e efetivos, campanhas de identificação, bom ambiente de convivência e informação facilitada são alguns dos componentes indispensáveis nessa equação. 

Mais especificamente voltados para o Enade, você ainda pode estabelecer canais de incentivo e recompensas tanto para estudantes como para equipe. Todavia, para esse recurso direcionado ser efetivo, é preciso que a comunicação interna como um todo esteja estabelecida de maneira funcional.

Esperamos que você tenha tirado suas dúvidas sobre como funciona o Enade! Aproveite para conferir o nosso artigo sobre o que é e a importância de um banco de questões para a prova e saiba como alcançar um resultado excelente em sua IES!

Edital Enade: fotografia com foco em um homem utilizando um computador em uma biblioteca.

Tire todas as suas dúvidas sobre o edital Enade

O Edital Enade é um importante documento para a Instituições de Ensino Superior (IES), por onde diretores, coordenadores e professores podem acessar informações como datas das provas, quais cursos irão participar da próxima edição do Exame, quem pode ser dispensado da avaliação, entre outras informações importantes.

Mas, afinal, quando sai o edital Enade? Em qual local ele é publicado e divulgado? quais são as principais informações disponibilizadas? Reunimos aqui o que você precisa saber sobre esse documento . Confira!

Quando sai o edital Enade?

A prova do Enade costuma acontecer todo ano, no final do mês de novembro. O edital, por sua vez, normalmente é publicado no meio do ano, em junho, no Diário Oficial da União

É importante ter em mente, porém, que é possível ter conhecimento de algumas informações antes mesmo de o edital Enade ser divulgado, como é o caso de quem faz a próxima edição da prova. Afinal, a cada ano um grupo de cursos é avaliado, seguindo os ciclos avaliativos.

Neste ano, por conta da pandemia de Covid-19, o Enade passou por algumas mudanças e foi adiado. Fique atento: por causa dessa alteração, o edital da próxima prova deve sair no começo de 2020. E lembre-se: é o coordenador quem faz a inscrição do aluno no Exame.

Qual a importância do edital?

É importante ler e acompanhar o edital Enade e suas possíveis retificações pois é nele que você conseguirá tirar todas as dúvidas quanto ao Exame, como:

  • quais são as datas de inscrição
  • quando as provas serão realizadas;
  • quando saem os resultados;
  • quais serão os cursos avaliados no ciclo em questão;
  • quais alunos são obrigados a realizar a prova e quais estão dispensados.

O edital Enade é o documento oficial do Exame e, por isso, é muito importante ler e entender cada ponto que é apresentado. Isso serve não apenas para ficar em dia com a avaliação, mas também para tirar as possíveis dúvidas de estudantes — que têm um papel fundamental para alcançar uma boa pontuação em sua IES.

Onde fazer o download do edital Enade?

No site oficial do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é possível ter acesso a todas informações e documentos. O download do edital Enade também é disponibilizado por lá.

Leia também: tudo o que você precisa saber sobre o conceito Enade

Quem deve fazer a próxima edição do Enade?

No Enade 2020 serão avaliados os 30 cursos que compõem o ano II do Ciclo Avaliativo. São eles:

Licenciatura

  • Artes Visuais;
  • Ciência da Computação;
  • Ciências Biológicas;
  • Ciências Sociais;
  • Educação Física;;
  • Filosofia;
  • Física;
  • Geografia;
  • História;
  • Letras (Inglês, Português, Português e Espanhol e Português e Inglês);
  • Matemática;
  • Música;
  • Pedagogia;
  • Química.

Bacharelado

  • Ciência da Computação;
  • Ciências Biológicas;
  • Ciências Sociais;
  • Design;
  • Educação Física;
  • Filosofia;
  • Geografia;
  • História;
  • Química;
  • Sistemas de Informação.

Tecnológico

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Gestão da Tecnologia da Informação;
  • Redes de Computadores.

Quem pode ser dispensado do Enade?

Por conta da mudança de data da prova de 2020 e por ser uma ocasião excepcional, especialistas estão estudando a possibilidade de os estudantes que concluírem o curso ainda neste ano estarem dispensados de realizar a prova em 2021. 

Porém, nas próximas edições do Enade o aluno concluinte do curso avaliado no ciclo deverá fazer o Exame para conseguir se formar e obter o seu diploma. Se o aluno não comparecer, será necessário que ele justifique a sua ausência.

Quais são as datas das próximas edições do Enade?

Como mencionamos anteriormente a prova de 2020 foi remarcada para 2021, mas o Inep ainda não confirmou uma data exata. A previsão é que o Exame aconteça em junho do próximo ano.

Alguns especialistas estão dizendo que é possível que o Ministério da Educação reorganize as datas das provas e faça o Enade 2020 junto à edição de 2021. É importante ficar de olho no site do Inep para não perder nenhuma informação.

Esperamos que você tenha entendido tudo sobre o edital Enade, esse é um documento muito importante para as IES e que auxilia no planejamento e na preparação dos estudantes para a prova. Falando nisso, que tal conferir o nosso artigo sobre a importância do Simulado Enade para alcançar uma boa pontuação?

Resultados Enade 2019: fotografia com foco na mão de uma pessoa fazendo uma prova.

Já conferiu os resultados Enade 2019?

Os resultados do Enade 2019 foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Como você já sabe, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é uma prova feita anualmente por alunos que estão no final da graduação. Com esse Exame, é possível entender sobre o desempenho do estudante e, consequentemente, a qualidade do curso na instituição em que ele estuda.

Por isso, no artigo de hoje resolvemos trazer alguns pontos importantes sobre o resultado da prova. Isso pode te ajudar a pensar em estratégias mais efetivas para melhorar o desempenho da sua Instituição de Ensino Superior (IES)!

Banner de divulgação do webinar sobre Data Science na educação, com Andrea Filatro. Link para inscrição: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/webinarios-andrea-filatro?utm_source=blog&utm_medium=artigo&utm_campaign=webinar-data-science

Conferindo os resultados Enade 2019

A seguir, veja alguns dos principais dados sobre o Enade 2019!

Áreas de avaliação

A prova do Enade divide as áreas de estudo, revezando os cursos que serão avaliados em cada ano. No exame de 2019, as áreas de avaliação foram: Engenharias, Arquitetura e Urbanismo, Ciências agrárias, Ciências da Saúde e áreas afins. 

Alunos e regimes de ensinos

Dos 391.863 alunos que fizeram a prova, 76% eram de IES privada e 95% estudaram em regime presencial. 

Entendendo o conceito Enade

O conceito Enade é um indicador de qualidade dos cursos de ensino superior nas universidades brasileiras. A nota é dada para a instituição a partir do desempenho dos estudantes na prova. 

A nota máxima que um curso pode tirar é 5, as notas 1 e 2 já são abaixo da média e indicam qualidade ruim. 

O resultado do Enade 2019 mostrou que só 6,2% dos cursos conseguiram alcançar a nota 5, sendo aproximadamente 80% cursos de IES públicas.

Leia também: o que mudou no Enade 2020?

IES Privadas

Das instituições de ensino superior privadas, apenas 1,4% conseguiu obter conceito 5, 11% teve conceito 4 e 49% dos cursos tiveram nota 2, ou seja, abaixo da média.

IES Públicas

46% dos cursos de instituições públicas tiveram conceito 4 e 24,1% conseguiu alcançar a nota máxima.

Ensino a distância

Dos cursos ofertados a distância, 6,3% conseguiram nota máxima, 10,7% alcançaram conceito 4 e 46% ficaram com nota 2. 

Ficou curioso e quer conferir os rankings das instituições com os melhores resultados no Enade 2019 por curso? É só acessar o documento publicado pelo Inep!

Analisando os resultados

Nos últimos anos, o número de instituições de ensino superior privadas no Brasil cresceu muito. Segundo dados do Censo da Educação Superior 2019, realizado pelo Inep, o país possui 2.306 IES privadas. 

Com o avanço das oportunidades de ingresso no ensino superior e iniciativas como o Programa Universidade Para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), muitas IES surgiram e cresceram no país.

Apesar disso, percebemos que os resultados relacionados ao desempenho dos cursos ainda têm a melhorar, principalmente nas IES privadas. Para isso, é fundamental investir em qualidade de ensino e também na preparação dos estudantes para o Enade. Separamos algumas dicas para te ajudar!

1. Engajar alunos

O desempenho no Enade não interfere na formação do aluno. Afinal, ele precisa realizar a prova para colar grau, mas não tem a nota do exame no seu histórico, por exemplo. 

Dessa forma, alguns estudantes não se importam com o resultado individual no Exame, prejudicando o conceito da instituição. Por isso, engajar os alunos é fundamental para alcançar bons resultados.

Apontar a importância da prova, fornecer bancos de questões e esclarecer as dúvidas dos estudantes são passos muito importantes para que os alunos se mostrem interessados e realizem o Exame com cuidado.

2. Engajar professores

Além dos alunos, é preciso também fazer com que os professores entendam a importância do Enade. Os docentes são fundamentais para orientar os estudantes, prepará-los e tirar possíveis dúvidas sobre o Exame.

Por isso, deixe à disposição as principais informações sobre o Enade e forneça ferramentas para que os professores possam trabalhar junto aos alunos em busca de um bom resultado.

3. Realizar simulados

Assim como outras grandes avaliações, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Enade tem um estilo de prova muito característico.

Portanto, treinar os alunos para que eles entendam o que pode ser cobrado e de que forma isso é feito é uma etapa importante na preparação para o Enade. Não deixe de aplicar simulados que sigam o modelo de questões Enade ao longo de todo o curso!

4. Apostar em inovação 

Investir em novas metodologias e soluções de ensino, ter um aprendizado mais dinâmico, dentre outras estratégias, pode auxiliar no aprendizado dos estudantes e, consequentemente, impactar positivamente o resultado da sua IES no Enade!

E você, agora que já está por dentro dos resultados do Enade 2019, quer saber como preparar os seus estudantes para as próximas edições do Exame? Aproveite para conferir este artigo do nosso blog com 8 passos importantes para seguir em sua IES!

Ranking Enade: fotografia de uma mulher em uma biblioteca, apoiada em uma mesa e olhando para cima.

Já conferiu o ranking Enade? Saiba tudo o que você precisa sobre ele

Nas últimas semanas, os resultados divulgados do Ranking Enade foram parar na primeira página dos principais portais de notícias do Brasil. 

Na ocasião, o atual Ministro da Educação, Milton Ribeiro, se manifestou perante os resultados ressaltando a desigualdade no ensino entre as instituições e a necessidade de se focar um pouco menos na quantidade (o crescimento da oferta de cursos superiores segue em expansão no país) e um pouco mais na qualidade do ensino superior brasileiro. 

Ribeiro ainda pontuou que, precisando, sua equipe fará o que for necessário para suspender, credenciar ou descredenciar instituições.

Avaliados de 1 a 5, a partir do Conceito Enade, 43,5% dos cursos de instituições particulares alcançaram conceitos ruins (1 e 2), 41,7% foram classificados no conceito 3, 13,4% no conceito 4 e apenas 1,5% no conceito máximo. 

No total, foram avaliados 6.191 cursos de instituições particulares. Os números se chocam ainda com a distância dos resultados alcançados  pelas universidades públicas, que seguem ocupando as primeiras colocações do ranking. 

Entre as instituições de ensino públicas, 20% alcançaram nota 5 e se forem consideradas apenas as federais, o número chega a 24%.

Como foi o desempenho da sua Instituição de Ensino Superior (IES)? Você sabe onde encontrar e como avaliar esses resultados? Sabe o que é levado em conta para essa classificação e como são elaborados os conceitos? Hoje vamos conversar um pouco mais sobre esses tópicos.

Banner de divulgação do webinar sobre Data Science na educação, com Andrea Filatro. Link para inscrição: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/webinarios-andrea-filatro?utm_source=blog&utm_medium=artigo&utm_campaign=webinar-data-science

O que é o ranking Enade? Quem realiza e como acontece a classificação?

O ranking Enade é a lista, por ordem de classificação, das instituições de ensino do Brasil de acordo com os resultados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e outros indicadores de qualidade. 

Leia também: confira os principais dados do Enade 2019

Comumente são publicadas as listas nos grandes portais de notícias, dando destaques para as melhores e piores colocações. Para sua elaboração, é utilizado o Conceito Enade, que é calculado a partir de uma série de medidores que o Ministério da Educação (MEC), por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),  realiza anualmente.

Em resumo, o Enade é composto por quatro instrumentos básicos, sendo o principal para a composição da nota a prova que deve ser realizada obrigatoriamente por todos os alunos concluintes dos cursos avaliados naquele ano. Composta por 40 questões entre múltipla escolha e discursivas, de conhecimentos gerais (25%) e específicos (75%), ela envolve em sua maioria situações-problema e estudos de casos.

A saber, existem ainda outros três instrumentos Enade que são utilizados para melhor entendimento dos resultados apontados pela prova, são eles: 

  • o Questionário do Estudante (que levanta informações para caracterizar o perfil dos estudantes da IES e seu contexto formativo);
  • o Questionário de Percepção de Prova (que levanta informações sobre a percepção dos estudantes sobre a avaliação);
  • o Questionário do Coordenador de Curso (que levanta informações do perfil e visão do coordenador em relação aos processos formativos).

Os rankings, no entanto, não são elaborados apenas a partir do resultado individual dos alunos e sim do Conceito Enade. Este medidor estabelece uma avaliação comparativa entre as IES e é concedido a todas as instituições que têm dois ou mais alunos participantes do Enade.

Para isso, são estabelecidos conceitos de 1 (um) a 5 (cinco): sendo 3 considerado um rendimento médio naquele curso no país, 1 e 2 caracterizando as IES que estão abaixo da expectativa e 4 e 5 as que estão acima.

Como o Conceito Enade é calculado?

O Conceito Enade é calculado a partir dos resultados da avaliação da prova Enade. 

Primeiro é calculada uma média dos resultados, a partir de dados do desempenho individual dos estudantes nas provas de Formação Geral e Componente Específico e o número de alunos participantes de cada curso por IES. Na sequência essas notas são padronizadas, considerando o desempenho médio nacional e o desvio padrão.

A partir dessa média, o conceito final é estipulado e considerado em ordem decrescente, das melhores às piores notas, na organização do ranking Enade.

Como conseguir um bom posicionamento no ranking Enade?

Além de ser um medidor de extrema importância para o posicionamento da IES no mercado educacional em questão de reputação, reconhecimento e visibilidade, vale lembrar que esses instrumentos não são apenas parâmetro para o público que busca por uma instituição para ingressar ou para o mercado de trabalho que procura egressos das melhores instituições para contratação. Os indicadores de qualidade são também medidores do próprio Governo Federal e que, a depender do resultado, podem gerar sanções à instituição, como a suspensão de novos processos seletivos ou a abertura de novos cursos.

Por tudo isso é muito importante que a sua IES alcance um bom posicionamento no ranking Enade. 

Já conversamos em diversos textos aqui no blog sobre a importância da preparação adequada para a realização do Exame. Além da qualidade de ensino, é preciso que a instituição esteja, de fato, preparada para a prova em si, ou então o resultado será incapaz de refletir as boas condições que a IES oferece aos seus estudantes.

Leia também: o que mudou no Enade 2020?

O processo de preparação para o Enade é continuado. Apesar de a prova só acontecer ao final do curso, é de fundamental importância que o aluno esteja familiarizado e conscientizado sobre a relevância de sua realização desde o primeiro dia na trajetória acadêmica. 

Para isso, diversas etapas são necessárias, desde uma boa comunicação interna, o conhecimento do mecanismo avaliativo pelo corpo docente e equipe administrativa (que devem estar sempre à disposição para possíveis questionamentos), até a realização de simulados em si.

Como saber o posicionamento da minha IES e da concorrência no ranking Enade?

Para acessar os resultados da sua instituição pelo portal oficial do Inep, é necessário que o procurador e coordenador do curso estejam cadastrados no Sistema e-MEC. 

A partir desse login, o procurador pode visualizar a classificação final dos cursos da sua IES e o coordenador a classificação dos cursos de sua responsabilidade. Aqui você encontra um manual sobre como acessar o Sistema Enade com essa finalidade.

No entanto, para uma análise mais atenta e comparativa você pode se valer de plataformas gratuitas que disponibilizam os resultados gerais de maneira objetiva e permitem de forma mais acessível essa avaliação comparativa. 

Então, se você quer conferir essas informações, não deixe de acessar a ferramenta Resultado Enade! Elaborada e disponibilizada pela Saraiva Educação, a plataforma tem utilização gratuita e apresenta não só dados do Conceito Enade e comparações entre a sua IES e a concorrência, mas também traz a análise de desempenho da IES, evolução histórica e muito mais. Aproveite!

Dados Enade 2019: fotografia com foco na mão de uma pessoa realizando uma prova.

Confira os principais dados do Enade 2019

No dia 20 de outubro de 2020, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram os resultados e os dados do Enade 2019. 

O Exame é realizado anualmente e o seu objetivo é avaliar a qualidade dos cursos de ensino superior no Brasil. Por isso, as Instituições de Ensino Superior (IES) precisam ficar atentas aos editais e divulgação dos resultados, já que eles podem impactar até mesmo na captação de novos alunos.

Se você quiser conferir as informações completas, pode acessar a apresentação disponibilizada pelo Inep. Mas não deixe de continuar a leitura, pois neste artigo reunimos os principais dados do Enade 2019 que você precisa ficar por dentro!

Entenda a importância de obter bons resultados no Enade

Antes de apresentar os dados da edição de 2019 do Enade, gostaríamos de apontar a importância de conseguir bons resultados no Exame. Afinal, como citamos anteriormente, isso pode impactar até mesmo na captação de alunos!

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, o Enade, faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Seu objetivo é avaliar a qualidade dos cursos superiores. E, para isso, são selecionadas turmas de alunos do último período de diferentes graduações para realizarem a prova.

Na prática, o Exame é composto por 40 questões que analisam conhecimentos, competências e habilidades, avaliando o rendimento dos estudantes que estão concluindo os cursos de graduação. A avaliação é referente aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares de cada curso.

Leia também: o que mudou no Enade 2020?

É importante destacar que o Enade não avalia o resultado de um estudante em específico, mas, sim, a qualidade do curso com base nos resultados adquiridos pelo conjunto de alunos participantes

Para as faculdades e universidades, isso significa que o Exame mede a qualidade do ensino superior para garantir que as instituições formem profissionais qualificados e preparados para ingressar no mercado de trabalho.

Porém, atualmente é comum os estudantes procurarem pelos resultados do Enade na hora de optar por uma IES. Por isso, é importante ter em mente todos os impactos positivos que um resultado favorável pode fornecer à sua instituição, além de colocar em prática ações que auxiliem os seus estudantes a se engajarem e alcançarem boas notas!

Veja também: compare o seu resultado no Enade com o de seus concorrentes

Confira os dados do Enade 2019

Em 2019, os cursos de graduação avaliados pelo Enade foram: 

  • Agronomia;
  • Arquitetura e Urbanismo;
  • Biomedicina;
  • Educação Física;
  • Enfermagem;
  • Engenharia Ambiental;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia de Alimentos;
  • Engenharia de Computação;
  • Engenharia de Controle e Automação;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Florestal;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Química;
  • Farmácia;
  • Fisioterapia;
  • Fonoaudiologia;
  • Medicina;
  • Medicina Veterinária;
  • Nutrição;
  • Odontologia;
  • Zootecnia.

Já os cursos superiores de tecnologia avaliados foram: 

  • Tecnologia em Agronegócio;
  • Tecnologia em Estética e Cosmética;
  • Tecnologia em Gestão Ambiental;
  • Tecnologia em Gestão Hospitalar;
  • Tecnologia em Radiologia;
  • Tecnologia em Segurança no Trabalho.

É importante destacar que 389.843 estudantes participaram da avaliação, sendo 76% deles da rede particular de ensino superior. Ainda assim, os dados do Enade 2019 apontaram que os resultados dos alunos de universidades públicas federais e cursos presenciais foram os melhores.

Quando comparado ao ano anterior, o número de avaliados em 2019 foi menor, já que, em 2018, de acordo com os dados divulgados pelo Inep, foram 550.845 estudantes concluintes inscritos no Exame. Desse total, 15% faziam parte de instituições públicas e 85% da rede privada.

Outro destaque apresentado foi que, em relação à modalidade, as graduações presenciais seguem sendo a maioria, com 95% dos estudantes avaliados. Os alunos de cursos de Educação a Distância (EaD) representaram os outros 5%. 

Colocando em números, foram 371.692 estudantes de cursos presenciais contra 18.151 de EaD. No Enade de 2018, o ensino superior a distância representou 18% do total de inscritos.

Saiba mais sobre os resultados do Enade 2019

Como citamos anteriormente, as notas atribuídas aos cursos a partir do Enade dependem do desempenho dos alunos no Exame. Nesse contexto, os cursos são classificados em uma escala que vai de 1 a 5, sendo 3 considerado uma média, e 5 conceito total.

Nos dados do Enade 2019 divulgados pelo Inep, 46% dos cursos obtiveram o conceito 4 nas universidades federais e 24,1% alcançaram conceito 5. Já nas instituições privadas, 11% dos cursos alcançaram conceito 4 e 1,4% obtiveram conceito 5. 

Os conceitos 1 e 2 são considerados abaixo da média e, no Enade de 2019, 40,9% dos cursos de instituições privadas obtiveram conceito 2.

Quando se trata dos resultados dos cursos a distância, 10,7% alcançaram o conceito 4 e 6,3% obtiveram o conceito 5. Ainda dentro dessa modalidade, 46% ficaram com conceito 2 e 5,3% com conceito 1.

Leia também: o que é um banco de questões Enade e qual é a sua importância?

Veja os dados relacionados aos auxílios governamentais

Outro dado do Enade 2019 aponta que 60% dos estudantes que participaram do Exame tinham ingressado no curso com subsídios ou auxílio de financiamentos públicos. Entre eles, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Esse resultado foi maior quando comparado à edição de 2018, que mostrou que esses auxílios financeiros representaram 46% dos cerca de meio milhão de estudantes que realizaram o Exame.

Saiba como melhorar os resultados do Enade em sua IES

Os resultados do Enade apresentam um panorama sobre a qualidade do Sistema de Ensino Superior. Isso possibilita às instituições realizarem uma reflexão sobre pontos de melhoria na grade curricular e em outros projetos. 

Por isso, os dados do Enade 2019 podem e devem ser considerados para que sejam realizadas mudanças em pontos estratégicos dentro da sua IES.


A realização do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é um ponto fundamental para ajudar a elevar o nível das instituições de ensino superior. Afinal, quanto melhor o ensino, melhores são os profissionais que ingressam no mercado de trabalho após a conclusão do curso. 

Além disso, ter cursos com bons conceitos no Enade contribui para que novos estudantes se interessem pela IES.

Dessa forma, preparar os alunos que vão fazer o Enade é imprescindível, já que uma boa avaliação do curso depende do desempenho deles no Exame. Então, agora que você já conferiu os dados do Enade 2019, aproveite para ler também o nosso artigo com 8 passos para preparar os seus estudantes para o Enade!

Saiba quem faz Enade nas próximas edições

Realizado anualmente e de participação obrigatória, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes avalia:

  •  o aprendizado dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos previstos nos respectivos currículos;
  • o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias para uma formação apropriada;
  • o nível de atualização dos estudantes em relação à realidade nacional e internacional.

Porém, a cada edição, apenas um grupo de cursos é avaliado pelo Exame. Por isso, é muito importante que as Instituições de Ensino Superior estejam atentas a quem faz Enade a cada ano.

O conceito Enade é ainda o principal componente para o cálculo dos  Indicadores de Qualidade da Educação Superior, que conta também com as respostas do Questionário do Estudante, e que é a base para o ranking avaliativo de cursos nacionais e avaliações legais por parte do MEC para concessão de licenças de funcionamento das IES.

Gestores, professores e demais profissionais que trabalham na área da educação já conhecem a importância do Exame. Por isso, hoje vamos conversar um pouco mais sobre quem faz o Enade nas próximas edições, quem pode ser dispensado e as sanções cabíveis aos que se furtarem de realizar a prova.

Quem deve fazer o Enade?

Todos os alunos que estão ingressando ou se formando nos cursos determinados pelo Inep para avaliação naquele ano têm a obrigação de realizar a prova. A inscrição de cada um é de responsabilidade da IES, mas o comparecimento e realização da prova é obrigação do estudante.

A necessidade de avaliação dos alunos ingressantes acontece para que se possa ter uma amostra sobre o que os estudantes tinham conhecimento ao entrar no curso e a diferença desse aprendizado ao final da formação.

Quem faz Enade nas próximas edições?

O Exame deste ano sofreu mudanças e foi adiado para 2021, mas ainda será aplicado aos cursos referentes ao ano de 2020.

Saiba, agora, quem faz Enade nos próximos anos:

Cursos a serem avaliados em 2020 (adiado para 2021) – Ciclo Avaliativo do Ano II:

  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra; Linguística, Letras e Artes e áreas afins; 
  • Cursos de licenciatura nas áreas de conhecimento de Ciências da Saúde; Ciências Humanas; Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra; Linguística, Letras e Artes; 
  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Humanas e Ciências da Saúde, com cursos avaliados no âmbito das licenciaturas; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Infraestrutura e Produção Industrial.

Cursos previstos para avaliação de 2021Ciclo Avaliativo do Ano III:

  • Cursos de bacharelado nas Áreas de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas e áreas afins; 
  • Cursos de bacharelado nas Áreas de Conhecimento Ciências Humanas e áreas afins que não tenham cursos também avaliados no âmbito das licenciaturas; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design.

Cursos previstos para avaliação de 2022 Ciclo Avaliativo do Ano I:

  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Agrárias, Ciências da Saúde e áreas afins; 
  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Engenharias e Arquitetura e Urbanismo; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança.

Leia também: o que é e como aumentar a nota no Enade em sua IES?

Quem não precisa fazer Enade?

A prova é obrigatória apenas para os alunos que estão se formando no ano em que o Enade avaliará o respectivo curso. Portanto, os demais estudantes não precisam fazer o Exame.

O que acontece com o aluno que deveria e não fez o Enade?

O Enade é um item curricular obrigatório. Portanto, é indispensável para o universitário obter o diploma. O aluno inadimplente com essa obrigação fica impossibilitado de colar grau enquanto não regularizar sua situação junto ao Enade.

Banner de divulgação do infográfico gratuito sobre o que mudou no Enade 2020. Link para download: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-infografico-enade2020?utm_source=blog&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

Quem pode ser dispensado do Enade?

Comumente, todos os alunos ingressantes são dispensados da realização da prova. A informação deve ser, no entanto, averiguada a cada ano na publicação do Diário Oficial que determina as regras da prova para aquele ano.

Vale a ressalva que a dispensa é da realização da prova para os ingressantes, não acarretando na dispensa da necessidade de inscrição desses alunos por parte da instituição.

A solicitação de dispensa da prova também faz parte do processo de regularização de estudantes concluintes que não realizaram a prova em anos anteriores. Ela deverá ser solicitada pelo estudante ou pela IES dependendo da natureza do motivo.

Cabe exclusivamente ao estudante em situação irregular apresentar solicitação formal de dispensa da prova no Sistema Enade no caso de ausências motivadas por ocorrências de ordem pessoal ou de compromissos profissionais, ambas devidamente comprovadas com documentos. 

Caso a irregularidade tenha se dado por culpa da IES, a própria instituição (pela figura do Coordenador de Curso) deverá entrar com o formulário solicitando a dispensa.

Todas as solicitações devem ser enviadas exclusivamente por meio do Sistema Enade, na data determinada, e acompanhada de todos os documentos solicitados de acordo com as instruções normativas.

Leia também: o que é um banco de questões Enade, como funciona e sua importância

Quem escolhe os alunos para fazer o Enade?

Os cursos avaliados a cada edição são determinados pelo MEC, a partir das sugestões do Conaes, e de acordo com cada área do conhecimento e eixos tecnológicos pré-determinados. 

Cada curso não pode ficar mais do que três anos sem ser avaliado, de modo que são divididos em três Ciclos Avaliativos que se revezam a cada ano.

A confirmação da lista de cursos avaliados em cada ano pode ser conferida no site do Inep na aba referente ao Enade.

Aqui, vale o lembrete que a realização da prova é censitária, ou seja, todos os alunos concluintes dos referidos cursos devem fazer a prova. Embora a Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004, que criou o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), permita a realização do Exame por amostragem ano após ano, ele segue sendo aplicado de maneira censitária.

Esperamos ter te ajudado a estar preparado para tirar todas as possíveis dúvidas de estudantes, professores e demais gestores educacionais sobre quem faz Enade. Aproveite para conferir o nosso artigo sobre como preparar os estudantes para esse Exame tão importante!

Conceito Enade: fotografia de um estudante segurando um capelo em frente a uma universidade.

Tudo o que você precisa saber sobre o Conceito Enade

Muito além de um exame de conhecimento aplicado aos alunos, o Enade fornece dados para a elaboração de diversos indicadores de qualidade de ensino utilizados pelo Inep. 

Indo mais além, uma IES preocupada com o ensino que oferece e o mercado educacional utiliza esses resultados para reavaliar-se, melhorar sua estrutura e, caso seja necessário, reposicionar-se no mercado.

Entre os diversos indicadores levantados, um dos mais populares é o Conceito Enade, que estipula um conceito comparativo (de 1 a 5) a cada curso por instituição. 

Hoje vamos conversar um pouco mais sobre esse medidor, como ele é calculado, como encontrá-lo e como utilizar esse dado a favor da sua IES.

O que é o conceito Enade e como ele é calculado?

Atribuído a cada curso da instituição, o Conceito Enade estipula um conceito comparativo entre o curso que a sua IES oferece e os demais. Ele é concedido a todas as instituições que tiverem dois ou mais alunos participantes do Enade.

É calculado a partir de uma média dos resultados, considerando os dados do desempenho individual dos estudantes nas provas de Formação Geral e Componente Específico e o número de alunos participantes de cada curso por IES.

O Inep estipula que todas essas médias sejam padronizadas para um resultado mais justo do conceito. Deste modo é considerado um desempenho médio nacional e um desvio padrão (calculado a partir dos resultados de todas as instituições participantes).

São estabelecidos 5 (cinco) conceitos, sendo 3 concedido às IES com rendimento médio naquele curso em todo o país, 1 e 2 caracterizando as IES abaixo da expectativa e 4 e 5 as que estão acima da média.

Onde encontrar o conceito Enade?

O Conceito Enade é divulgado junto com os demais indicativos calculados a partir do exame e pode ser encontrado no próprio site do Inep. No entanto, lá a IES encontra apenas o conceito final que já lhe foi atribuído. Para um entendimento mais aprofundado é necessário um exercício analítico utilizando os resultados concedidos em diversos indicativos.

Nesse sentido existem hoje ferramentas especializadas de que pode se valer uma IES. Esses recursos já trazem uma análise mais aprofundada e oferecem microdados do MEC/Inep relacionados ao Conceito Enade (e até outros indicadores como IGC e CPC) de forma mais intuitiva e visual.

A boa notícia é que você pode analisar esses dados gratuitamente analisando a ferramenta Resultado Enade da Saraiva Educação. Clique aqui para utilizar!

Quais são os impactos do Conceito Enade na IES? 

O Conceito Enade é um medidor estabelecido pelo governo federal para avaliar o ensino superior no Brasil, mas os impactos de seu resultado podem ir muito além disso, refletindo tanto na qualidade como na permanência de uma Instituição.

Em primeiro lugar, vale considerar que um resultado ruim pode acarretar em sanções por parte do Ministério da Educação, resultando em redução obrigatória do número de vagas permitidas ou até o encerramento de cursos mal avaliados.

No entanto, sanções legais não são os únicos impactos desse resultado. 

Anualmente, a partir da publicação dos indicadores, a imprensa nacional se dedica a repercuti-los e anunciá-los extensamente, tornando-os amplamente divulgados ao grande público. 

A criação de rankings, por exemplo, é uma prática comum dos grandes veículos de comunicação e não tenha dúvidas de que quem procura uma IES para ingressar irá se valer deles. 

Essa exposição acaba conferindo às instituições mais bem avaliadas destaque diante dos futuros estudantes e do próprio mercado de trabalho, que deseja egressos de cursos com reconhecimento.

Além disso, ao ser bem avaliada, não só a reputação da sua IES é mantida como também o corpo docente se sente valorizado e o aluno quer ser identificado com a instituição, fortalecendo sua comunicação interna e externa, bem como promovendo um ambiente de trabalho unificado e mais potente. Afinal, todos querem estar ali.

Gestores atentos utilizam esses dados para ir ainda mais além. Com esses parâmetros é possível jogar luz em pontos fortes e fragilidades da sua instituição, lhe conduzindo a uma reavaliação e implementação de melhorias. 

A partir de uma análise mais aprofundada desses dados, você pode encontrar pontos cegos na sua abordagem pedagógica,  avaliar comparativamente como está seu posicionamento em relação a outras instituições (e investigar o por quê) e descobrir quais foram os diferenciais que colocaram determinada IES no topo do ranking, seja para você chegar lá ou se manter, caso já tenha ganhado o destaque desejado.

Você pode ainda explorar esses resultados em estratégias de comunicação interna e externa para reter seus estudantes ou atrair novos alunos.

Se você não souber por onde começar essa análise, não exite em procurar ajuda especializada. Atualmente, várias empresas oferecem esse tipo de serviço e podem auxiliá-lo em uma análise mais efetiva em menor tempo para que você tenha prazo para implementar mudanças já para o próximo ano.

Leia também: como aumentar a nota no Enade em sua IES

Como alcançar um bom conceito Enade em minha IES?

Se o Conceito Enade é calculado a partir do resultado médio do desempenho de seus alunos no exame, fica evidente que é necessário investir também em uma boa preparação dos estudantes para a realização da prova. 

Em primeiro lugar é necessário que se diga que uma boa preparação dos alunos para o Enade não começa às vésperas da prova. Ele deve ser desenvolvido ao longo de todo o curso, desde o momento de seu ingresso na instituição.

Diversos são os obstáculos que se interpõem entre o aluno e a sua disposição para realização desse Exame que, apesar de ser obrigatório para que o egresso possa receber seu diploma, não exige dele qualquer desempenho específico. 

Desse modo, diversos alunos que não estão familiarizados com o Enade, sua razão de ser e métodos de avaliação não se dedicam a realizar bem essa prova que é extracurricular, realizada em um final de semana na época de final de ano e na qual não são cobrados, sequer, resultados mínimos.

Por tudo isso, a preparação desse estudante deve ser continuada para que aconteça de forma natural. Desde o início do curso ele deve estar familiarizado com o conceito e importância dessa avaliação e deve ter atividades relacionadas dentro do próprio projeto pedagógico do curso.

Leia também: saiba como escolher a solução para aplicação de simulado Enade

A sua equipe administrativa e corpo docente também devem estar unidos nesse propósito e à vontade para tirar todas as dúvidas que o aluno possa ter a respeito.

Agora que você já sabe a importância do conceito Enade para a sua IES, confira 8 passos para preparar os estudantes para esse Exame neste artigo que preparamos para você!

Saiba como escolher a solução para aplicação de simulado Enade em sua IES

Que um bom posicionamento no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) é muito importante para a percepção pública das Instituições de Ensino Superior não é nenhuma novidade. 

Por isso, gestores de IES lidam constantemente com o desafio de preparar alunos e professores e pensar em estratégias para garantir boas notas no exame. 

Uma das práticas mais importantes nesse processo de preparação é a aplicação de simulado Enade. 

Não sabe como funciona e quais são os benefícios disso? Entenda, agora, por que essa estratégia é tão importante e como plataformas como a Solução Enade podem auxiliar nesse processo.

Por que a IES deve pensar em estratégias para o Enade?

A colocação da IES no ranking do MEC, com boas notas no Enade, é fundamental para a atração e adesão de alunos. 

De modo geral, isso não só reflete a qualidade do ensino, do currículo e da didática, como é instrumento para manutenção, desenvolvimento e promoção da instituição.

Por isso, a preocupação com o bom resultado dos estudantes de ensino superior no Enade deve fazer parte das estratégias da IES. Mas garantir que cursos de graduação tenham boas notas no exame é um desafio para a gestão das faculdades, que deve envolver o planejamento e diversas ações em diferentes áreas da instituição.

Para colocar em operação a valorização do Enade e capacitar alunos para as provas é preciso atuar em diversas frentes: 

  • adequar currículos e ementas de disciplinas;
  • motivar o corpo docente;
  • investir em preparação dos estudantes, tanto em relação ao conteúdo avaliado quanto sobre regras e a dinâmica do Exame. 

Para otimizar e tratar todas essas questões com eficiência, é interessante buscar alternativas didáticas e soluções tecnológicas.

Banner de divulgação do infográfico gratuito sobre o que mudou no Enade 2020. Link para download: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-infografico-enade2020?utm_source=blog&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

Por que aplicar simulado Enade na IES?

É aí que entra a aplicação de simulado Enade. Para qualquer prova, os simulados são uma ferramenta valiosa para o aprendizado e fixação do conteúdo cobrado. 

A atenção de professores e alunos às questões cobradas na prova evidencia o que deve ser passado em sala de aula e estudado com mais afinco, não só como preparação para o Enade em si, mas também como entendimento sobre o que deve ser visto como fundamental à formação profissional. 

No geral, provas muitas vezes captam, além do conhecimento da pessoa, a sua capacidade de interpretação e condução do exame. É mais um motivo para a realização de simulados. 

Esses testes prévios funcionam como preparação para o momento do Exame definitivo, para como se portar. É uma forma de os estudantes entenderem a lógica de funcionamento da prova e se habituarem a linguagem, regras, dinâmica e tempos para responder às questões. 

Além disso, a aplicação de simulados com questões do Enade viabiliza à IES mensurar a qualidade do ensino e o desempenho dos estudantes. 

É uma forma de avaliar os planos de ensino, a capacitação e a motivação de professores e alunos. 

Com os resultados dos simulados é possível gerar uma série de dados e informações que podem auxiliar a repensar estratégias da sua IES.

Como escolher uma boa plataforma de simulado Enade?

Como já abordamos, aplicar o simulado Enade é uma forma de agregar uma série de benefícios para a qualidade do ensino, para a gestão e para a percepção da sua IES. 

Apesar de ser uma estratégia importante, não é simples: demanda tempo e dedicação de professores e gestores, tanto para a elaboração dos testes quanto para sua correção, análise e motivação de estudantes. Por isso, é importante fazer bom uso de tecnologias disponíveis que auxiliem nesse processo.

Plataformas de simulados são instrumentos interessantes que agilizam e permitem que corpo docente e gestores foquem seus esforços, que poderiam ser destinados à elaboração dessas provas, em decisões pedagógicas e voltadas ao ensino. 

Por isso, é importante optar por ferramentas completas, que atendam amplamente aos cursos da sua instituição, com um banco de questões amplo, bem produzido e atualizado. Mais que isso, por uma plataforma que desenvolva as provas com autonomia e bons resultados.

Plataformas de simulados podem também oferecer outras opções de exercícios e conteúdo que deem suporte ao ensino e aprendizado. Por fim, é essencial que a tecnologia compile dados e produza relatórios de desempenho.

Qual é a melhor opção de plataforma para aplicação de simulado Enade?

A Saraiva Educação trabalha com uma série de soluções orientadas para ampliar a qualidade do ensino e a eficiência da gestão estratégica das IES. 

Uma dessas plataformas é a Solução Enade, que opera com um banco de questões bem completo, atualizado e em constante expansão, desenvolvido por meio de curadoria feita por profissionais da Saraiva. A ferramenta oferece a elaboração de simulados e de exercícios digitais com base nessas questões, para quase 100 cursos.

As questões são elaboradas com base no Modelo Enade, a partir da taxonomia de objetivos educacionais de Bloom, que tem como objetivo estimular o pensamento crítico, habilidades e competências esperadas do profissional em formação. 

Por isso, a resolução das provas funciona como mecanismo para validar o desenvolvimento do estudante, com impactos no processo de aprendizagem implementado pelas IES.

A plataforma opera como reforço dos objetos do conhecimento trabalhados durante a graduação. E, ao viabilizar a produção de simulados, a Solução Enade facilita o trabalho dos professores, retirando do corpo docente a responsabilidade por buscar, adaptar ou até elaborar questões e provas. 

Além disso, a Solução Enade gera dados e oferece diagnósticos detalhados sobre a aplicação dos testes, o que também implica em ganho de eficiência e possibilidade de previsão e elaboração de estratégias sobre a colocação da instituição no exame.

Principais funcionalidades da plataforma

Conheça as principais funcionalidades que a Solução Enade oferece para a IES:

  • simulados padrão Enade;
  • trilhas de conhecimento com questões no Modelo Enade, com plataforma gamificada para engajar alunos e tornar o aprendizado mais dinâmico;
  • relatórios diagnósticos de engajamento do estudante e do seu desempenho por simulados e nas trilhas de conhecimento;
  • material de apoio relacionado aos temas das questões;
  • conteúdo de resolução de questões, para facilitar o entendimento do estudante sobre o que foi avaliado.

Benefícios da Solução Enade

As funcionalidades da plataforma de simulado Enade da Saraiva auxiliam gestores, professores e estudantes no desafio de conseguir boas notas e boa colocação da IES no Exame. 

Confira os principais benefícios e facilidades associados à adoção da Solução Enade:

  • possibilidade de construir avaliações e simulados de forma prática e eficiente;
  • banco de questões que abrange 96 cursos;
  • mais de 8 mil questões de provas antigas do Enade disponíveis, com comentários por alternativa;
  • mais de 12 mil itens originais, além da curadoria de conteúdo;
  • geração de dados estatísticos para tomada de decisões pedagógicas;
  • relatórios diagnósticos a partir dos simulados, permitindo previsibilidade do conceito Enade da sua IES.

Já está pensando em adotar uma plataforma de simulado Enade em sua IES? Quer saber mais sobre a Solução Enade? Tire suas dúvidas e converse com um dos nossos especialistas.

Como preparar os alunos para o Enade: fotografia de um estudante fazendo uma prova.

8 passos para saber como preparar os alunos para o Enade

Que o Enade é um exame extremamente importante para as Instituições de Ensino não é novidade. Porém, uma dúvida comum entre gestores e professores é: como preparar os alunos para o Enade?

Atrair a atenção e o engajamento dos estudantes para esse Exame, realmente, pode não ser uma tarefa fácil. Mas com planejamento e dedicação é possível, sim, contar com alunos preparados e alcançar uma boa nota em sua IES.

Para te ajudar nessa tarefa, separamos os 8 passos que você deve seguir no artigo de hoje. Confira!

1. Desenvolva um planejamento estratégico

É preciso que se diga, em primeiro lugar, que uma boa preparação dos alunos para o Enade demanda planejamento

Essa ação deve começar desde o dia do ingresso do estudante na instituição e terminar somente quando ele for um egresso, será uma construção cotidiana. 

Ao longo desse processo serão abordados diversos aspectos desde questões estruturais e burocráticas, como o que é, por que fazer, para que serve e quais as penalidades cabíveis aos que não realizarem o Exame, até a preparação para a realização da prova em si. 

Além disso esse processo envolve todos os setores da instituição, como veremos nos próximos passos. Em resumo, sem planejamento estratégico não será possível uma boa preparação.

Leia também: Tudo o que você precisar sobre o Enade 2020

2. Construa uma boa comunicação com os alunos 

Se faz necessário que sejam desenvolvidas ações desde o início do curso para familiarizar o aluno com o Enade. Ele não deve ter dúvidas sobre os procedimentos e obrigatoriedades que envolvem o exame, nem de qual o seu papel nesse processo ou o da instituição. A comunicação deve ser clara e direta.

Uma boa comunicação entre IES e aluno é importante ainda para gerar e potencializar vínculos. 

Se o aluno sente-se escutado e auxiliado pela instituição ao longo do curso, ele desenvolve sua confiança na mesma, o que gera sensações de pertencimento e orgulho que vão potencializar seu empenho quando o momento da prova chegar.

3. Engaje os alunos e crie ações de identificação

Se você está procurando saber como preparar os alunos para o Enade, não pode deixar de ter em mente a importância do engajamento para que a sua IES alcance um excelente resultado.

É muito importante que o aluno se sinta parte fundamental da instituição, saiba da sua importância e reconheça o esforço constante da IES por oferecer as melhores condições de ensino. 

Vale pontuar que o estudante também depende de um ensino qualificado e reconhecido para o sucesso de sua formação e evolução posterior no mercado de trabalho.

Esse senso de pertencimento pode ainda ganhar proporções maiores com ações de marketing interno e digital. Esteja nas redes sociais e provoque ações que engajem os alunos a atrelar ainda mais a sua imagem pessoal à da instituição. 

Não subestime essa identificação como forte fator de fidelização e comprometimento do estudante com a IES.

4. Tenha uma equipe administrativa e um corpo docente preparados

Para que os alunos estejam bem preparados, é preciso que toda a equipe da instituição esteja também ciente de seu papel e da importância do Enade para a IES. 

É necessário que todos estejam informados sobre o funcionamento, relevância, obrigações e restrições desse processo para que assim possam atender a qualquer questionamento que o aluno venha a ter sobre o tema. Da gestão ao corpo docente e secretaria não deve haver mistério algum sobre a avaliação.

Banner de divulgação do infográfico sobre o Enade 2020. Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-infografico-enade2020?utm_source=blog&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

5. Faça uma reformulação do curso para abordar o Enade

Já dissemos da importância de a equipe de professores saber tudo sobre os procedimentos do Enade, mas é preciso também que eles sejam capacitados quanto à metodologia e formatação das questões utilizadas na prova para que possam aplicar em sala de aula. Esse é um outro ponto fundamental para quem está procurando saber como preparar os alunos para o Enade.

É interessante que o Modelo de Questão Enade, por exemplo, já seja familiar ao aluno em sua vivência ao longo do curso. 

Obviamente, o curso não precisa, e não deve,  ser traçado inteiramente em cima dessa metodologia, mas a IES pode tornar essa formatação presente de modo a construir uma familiarização com a maneira de avaliação durante todo o percurso do aluno, tornando assim o processo de preparação ainda mais natural.

6. Realize simulados

O fato de a preparação para o Exame ser uma ação cotidiana e continuada não tira a importância da realização de simulados. 

Para facilitar esse processo para a instituição, é possível associar-se a plataformas que oferecem essas atividades, assim você tem um material sempre atualizado sem sobrecarregar o seu corpo docente com mais essa demanda.

A realização dos simulados consolida também a segurança do aluno diante da situação do Exame. Vale lembrar que essa ferramenta serve não só para a preparação do aluno, mas também da instituição.

7. Analise os resultados dos simulados e utilize-os ao seu favor

Os simulados são ainda uma oportunidade preciosa de retorno para a IES. A partir dos resultados você pode observar e analisar os desempenhos, percebendo as principais falhas e corrigindo-as antecipadamente, bem como melhorando a qualidade do seu ensino.

Se a sua instituição estiver utilizando uma solução parceira para o desenvolvimento e aplicação dos simulados, esses retornos podem ser ainda automatizados e apresentados já em formatação estatística.

8. Utilize plataformas que auxiliem no processo de ensino e aprendizagem

A realidade do jovem hoje é pautada pela conexão constante com a interface digital. Nesse contexto, celulares, tablets e computadores tornaram-se grandes potencializadores da relação entre ensino e aprendizagem em uma IES. Por isso use e abuse de ferramentas digitais que podem ganhar o interesse e facilitar a vida do seu aluno.

Com as escolhas corretas é possível estabelecer meios para a sua instituição encaminhar e conduzir conteúdos, dicas, exercícios e simulados online, além oferecer formas mais leves, interativas e tecnológicas de envolver o aluno com o processo de aprendizagem. 

Aproveite esses meios para levar o assunto para fora da sala de aula e integrá-lo mais à vida do aluno, não só para tratar do Enade, mas para outros conteúdos programáticos do curso. 

Uma biblioteca digital, por exemplo, é um grande facilitador na rotina do aluno e pode potencializar a relação dele com o conteúdo curricular e extracurricular do curso.

Com essas dicas você pode melhorar, e muito, a relação da sua IES e dos seus alunos com o Enade. Lembre-se que esses resultados serão consequência do trabalho conjunto de diversos setores da instituição, envolvendo desde a gestão, comunicação, corpo docente e, é claro, os próprios estudantes. 

E para te ajudar a aplicar todos os passos que listamos aqui sobre como preparar os alunos para o Enade, produzimos também um artigo explicando o que é e a importância do banco de questões para o Exame. Não deixe de conferir!