Plantão Saraiva Educação #09: mudanças no Enade, Exame OAB, divulgação dos resultados do IGC 2019 e mais!

Novas informações oficiais sobre a aplicação do Enade em 2021, novo cronograma do Exame OAB e edital do Exame CFC publicado: na última quinzena, tivemos atualizações importantíssimas relacionadas ao ensino superior.

Continue a leitura para ficar por dentro de todas elas!

Mudanças no Enade 2021

No dia 23 de abril, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) a resolução referente às áreas que serão avaliadas pelo Enade em 2021. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), neste ano serão avaliados os cursos que estavam previstos para 2020, ou seja, as áreas do ano II do ciclo avaliativo do Enade. Confira quais são as seguir:

Licenciatura

  1. artes visuais;
  2. ciências da computação;
  3. ciências biológicas;
  4. ciências sociais;
  5. educação física;
  6. filosofia; física;
  7. geografia; história;
  8.  letras – inglês;
  9. letras – português e espanhol;
  10. letras – português e inglês;
  11. letras – português;
  12. matemática;
  13. música;
  14. pedagogia;
  15. e química.

Bacharelado

  1. ciências da computação;
  2. ciências biológicas;
  3. ciências sociais;
  4. design;
  5. educação física;
  6. filosofia;
  7. geografia;
  8. história;
  9. química;
  10. e sistemas de informação.

Também serão avaliados cursos de grau tecnólogo em tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas; tecnologia em gestão da tecnologia da informação; e tecnologia em redes de computadores.

A prorrogação da avaliação dos cursos do ano III do ciclo avaliativo do Enade dão mais tempo para que as IES preparem melhor os estudantes. Veja dicas de como fazer isso em nosso artigo sobre como preparar os estudantes para o Enade!

Banner de divulgação do kit: preparando os estudantes para o Enade. Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-tofu-kit-enade?utm_source=blog&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Edital do Exame CFC em 2021.1 é publicado

O edital do Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade referente à primeira edição de 2021 foi publicado no dia 19 de abril. Confira as principais datas a seguir:

  • Inscrições: de 22/04/2021 a 21/05/2021
  • Prova objetiva: 27/06/2021

O valor da taxa de inscrição é de R$70 e você pode conferir o edital completo clicando aqui!

Resultados do IGC 2019 são divulgados pelo Inep

No dia 23 de abril, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os resultados do Índice Geral de Cursos (IGC) 2019.

O indicador faz parte do conjunto de instrumentos relacionados à avaliação do MEC em instituições de educação superior e tem relação direta com o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e com o Conceito Preliminar de Curso (CPC).

No total, o conceito foi atribuído a 2.070 IES, considerando 24.145 cursos. A maior parte das instituições, 63,77%, alcançou nota 3. As demais, ficaram distribuídas da seguinte orma:

  • Conceito 1: 6 IES (0,29%)
  • Conceito 2: 250 IES (12,08%)
  • Conceito 3: 1.320 IES (63,77%)
  • Conceito 4: 448 IES (21,64%)
  • Conceito 5: 46 IES (2,22%)
  • SC: 20 IES

Você pode conferir os resultados neste link.

Novo cronograma para o XXXII Exame de Ordem Unificado é publicado

No dia 30 de abril, foi publicado o novo cronograma para a realização do XXXII Exame de Ordem Unificado. Confira as novas datas a seguir:

  • Reabertura do período de inscrição para o XXXII Exame de Unificado – 28/04/2021 a 02/05/2021
  • Período de solicitação de isenção da taxa – 28/04/2021 a 02/05/2021
  • Prazo-limite para pagamento da taxa – 19/05/2021
  • Divulgação dos locais de realização da prova objetiva – 07/06/2021
  • Realização da 1ª fase (prova objetiva) – 13/06/2021

Banner de divulgação do ebok gratuito: "Aprovação OAB: saiba como melhorar os índices de sua IES". Link para download: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-ebook-aprovacao-oab?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

#TôComASaraivaEducação 06: FIBRA

O Centro Universitário FIBRA tem seu campus localizado em Belém/PA.

A Instituição de Educação Superior (IES) oferece os cursos de bacharelado em Administração, Biomedicina, Direito, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e as licenciaturas em Geografia, História, Letras e Pedagogia.

Continue a leitura deste artigo para conhecer mais sobre a instituição e saber como a parceria com a Saraiva Educação transformou o ensino na FIBRA!

Conheça a FIBRA

Há pouco mais de um ano, a Faculdade Integrada Brasil Amazônia (FIBRA) deu um grande salto de qualidade e passou a ser Centro Universitário FIBRA.

Quem relata essa novidade é o coordenador do curso de Direito, José Messias Gomes de Melo, que completa onze anos na instituição. Sua mudança de docente para o atual cargo ocorreu em 2013 e, desde então, ele tem sido um grande facilitador, ajudando os alunos no percurso acadêmico. 

E isso repercute na formação dos discentes da IES, como informa o coordenador “a FIBRA fornece uma formação bastante humanística, além dos próprios conteúdos obrigatórios de cada curso.

A missão da FIBRA é contribuir para o desenvolvimento sustentável do Estado do Pará, por meio da formação de cidadãos críticos, empreendedores, inovadores, criativos e tecnicamente competentes nas suas áreas de atuação.

Seu intuito é promover a diminuição das desigualdades sociais e reafirmar os valores sociais que conduzem ao progresso e à justiça social.

Dessa forma, a FIBRA visa atender às necessidades do mercado de trabalho, capacitando seus estudantes para serem profissionais éticos e competentes para o desenvolvimento regional. 

Para tanto, a IES tem o compromisso de alcançar o seu objetivo mediante as percepções compartilhadas dos problemas regionais e sempre buscando a excelência educacional.

Parceria FIBRA e Saraiva Educação

A parceria entre a FIBRA e a Saraiva Educação é vista em dois momentos distintos: antes e depois. 

No primeiro deles, José Messias conta que “no Enade de 2012, a nota dos alunos foi muito baixa, pois eles ainda não tinham uma visão de responsabilidade com relação à prova. Além disso, os projetos voltados para o Enade, oferecidos pela instituição, eram muito incipientes, pois se tratava da segunda aplicação do exame, e eles ainda não tinham a experiência necessária.”

Em 2016 essa história começou a mudar. A instituição fez parceria com a Saraiva, que desde o atendimento se preocupou em buscar soluções para os problemas da IES. Então vieram as grandes mudanças. 

Solução Enade

Conforme comenta o coordenador “a FIBRA introduziu a Solução Enade com seus simulados em algumas das disciplinas dos cursos ofertados. Assim, enquanto os alunos estudavam para ter uma boa nota para serem aprovados, eles também estavam se preparando melhor para o Enade. Eles tiveram mais interesse em estudar!” 

Em seguida, veio o resultado. A IES conseguiu aumentar o seu conceito Enade! Da nota 2, que havia alcançado em 2012, e 3, que foi o conceito de 2015, o Centro Universitário FIBRA chegou à pontuação 4 em 2018. 

Agora, José Messias conta que “a expectativa desse ano é superar e chegar à nota 5.” E complementa que “os produtos oferecidos pela Saraiva têm contribuído substancialmente com isso. É uma parceria que está bem consolidada. Nós temos melhorado cada vez mais!” 

Biblioteca Digital Saraiva

Além da Solução Enade, a instituição também adquiriu a Biblioteca Digital Saraiva (BDS) com o objetivo de promover a leitura dos seus discentes. 

O coordenador conta que a solução “se tornou um diferencial enorme para a IES, pois permite que seus alunos tenham acesso a uma biblioteca digital completa, com mais de 1300 títulos à disposição e mais de 80 autores diferentes, até o 10º semestre de estudo.”

Kit de livros físicos

Como parte da Saraiva Solução de Aprendizagem (SSA), a FIBRA também recebeu os Kits de livros físicos.

José Messias afirma que “para os alunos foi algo espetacular, pois agregou muito para eles! É um alento muito grande dizer que nós entregamos para cada aluno 5 livros de autores renomados e atuais a cada semestre. É uma felicidade muito grande e um grande avanço, por ser um diferencial de mercado na região metropolitana de Belém.”

E completa, “eles ficam ávidos para receberem os livros físicos. Mesmo que todos estejam na biblioteca digital com um acervo bem maior, a grande maioria dos alunos prefere fazer a leitura no livro físico.”

Além disso, o coordenador menciona que a introdução dos kits possibilita a captação de novos alunos para a IES, sem precisar fazer nenhuma divulgação voltada para isso, pois os próprios discentes fazem a propaganda boca a boca. 

Os kits também têm boa aceitação pelos professores, pois todo o corpo docente da FIBRA utiliza os livros. E mais que isso, com a sua introdução foram feitos alguns ajustes na ementa dos cursos, o que melhorou o plano de ensino.  

A importância de soluções digitais na IES

Fazendo jus ao seu papel de facilitador no processo de ensino-aprendizagem da FIBRA, o coordenador se mostra muito favorável ao uso das tecnologias no ensino

José Messias também fala sobre a importância dos direitos autorais nos materiais utilizados. 

“Eu vejo que essas soluções já deviam ter sido inseridas no ensino. Hoje, o aluno consegue cópias das obras na internet, mas se a sua instituição disponibiliza o material de estudo respeitando os direitos autorais, você também está disponibilizando um produto, o que se torna um grande atrativo para os alunos e professores”, diz.

Mais especificamente no curso de direito, ele declara que o caminho da tecnologia é inevitável. “Os projetos judiciais também estão no formato eletrônico e não tem como desassociar ou deixar de acompanhar isso.” 

Ainda, José Messias afirma que as soluções digitais devem fazer parte da formação dos alunos, já que “o próprio MEC permite que 40% das aulas podem ser feitas no Ensino a Distância (EaD).”

Assim como a FIBRA, quer melhorar o ensino da sua IES e conquistar boas notas no Enade com as soluções da Saraiva Educação? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas!

Plantão Saraiva Educação #08: Avaliação Quadrienal, Alteração nas DCN de Direito, Censo da Educação Superior e mais!

Na última quinzena, tivemos notícias sobre a avaliação in loco das instituições de educação superior e dos cursos, além da Avaliação Quadrienal. No Plantão Saraiva Educação de hoje ainda falamos sobre a publicação do relatório do Censo da Educação Superior 2019 e a proposta de alteração das DCN de Direito. Não deixe de conferir a seguir!

Inep permite Avaliação in loco em formato virtual em 2021

De acordo com a Portaria Nº 165, de 20 de abril 2021, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) passará a permitir que as avaliações in loco sejam feitas de forma virtual em 2021, por conta das restrições causadas pelo covid-19.

Você pode conferir mais informações neste artigo do nosso blog!

Leia também: Guia completo da avaliação do MEC para IES

Proposta de alteração nas DCN de Direito

O Parecer CNE/CES nº 757/2020, publicado em abril, propôs alterações das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) do curso de Direito. De acordo com o parecer, a nova redação do artigo 5º, da Resolução nº 5 de 17 de dezembro de 2018, informará que a composição acadêmica deve priorizar a interdisciplinaridade e a articulação de saberes. Também é proposta a alteração da grade curricular do curso, que deverá passar a abarcar as seguintes disciplinas:

  1. Teoria do Direito;
  2. Direito Constitucional;
  3. Direito Administrativo;
  4. Direito Tributário;
  5. Direito Penal;
  6. Direito Civil;
  7. Direito Empresarial;
  8. Direito do Trabalho;
  9. Direito Internacional;
  10. Direito Processual;
  11. Direito Previdenciário;
  12. Direito Financeiro;
  13. Direito Digital;
  14. Formas Consensuais de Solução de Conflitos; e
  15. Formação prático-profissional

Banner de divulgação do ebook "Disciplinas online de Direito: como desenvolver na IES?". Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-ebook-mofu-disciplinas-online-direito?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Avaliação Quadrienal tem as datas alteradas pela CAPES

Atendendo a pedidos de coordenadores de programas de pós-graduação, das áreas e dos Colégios, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), juntamente à Diretoria de Avaliação (DAV), optou por alterar as datas da Avaliação Quadrienal (2017/2020).

As novas datas foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) do dia 20 de abril. De acordo com a Portaria n° 63/2021, o calendário de atividades do processo de avaliação do Sistema Nacional de Pós-Graduação passa a ser o seguinte:

Atividade Data
Coleta – ano base 2020
Envio dos dados pelo coordenador de programa (PPG)
até 31/05/21
Coleta – ano base 2020
Chancela pela Pró-reitoria dos dados enviados – Prazo final
até 10/06/21
Indicação dos destaques Plataforma Sucupira – Coordenadores PPG até 07/07/21
Classificação da Produção Intelectual – Coordenações de Área até 20/08/21
Análise Comissões de Avaliação – Coordenações de Área
11/10/21 a 05/11/21
Atividades de Relatoria
08/11/21 a 26/11/21
Deliberação CTC-ES – AVALIAÇÃO QUADRIENAL
29/11/21 a 17/12/21
Divulgação dos Resultados
20/12/21 a 05/01/22
Pedidos de Reconsideração
06/01/22 a 21/01/22
Análise Reconsideração Comissões de Avaliação – Coordenações de Área
07/02/22 a 18/02/22
Atividades de Relatoria – Reconsideração
21/02/22 a 11/03/22
Deliberação CTC-ES – Reconsideração AVALIAÇÃO QUADRIENAL
14/03/22 a 18/03/22
Divulgação dos Resultados da Reconsideração
21/03/22 a 01/04/22

Leia também: Saiba como montar um curso de pós-graduação em sua IES

Resumo técnico do Censo da Educação Superior de 2019 é publicado

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou, no dia 16 de abril, o resumo técnico, com informações quantitativas e qualitativas, do Censo da Educação Superior 2019. Além do resumo, que conta com a organização de informações relacionadas às instituições, cursos, estudantes e docentes do ensino superior, estão disponíveis, também, os microdados, notas estatísticas e outros documentos relevantes sobre a pesquisa.

O Censo da Educação Superior é um relatório anual e a divulgação dos dados é fundamental para o monitoramento do panorama do ensino superior no Brasil. Além das informações mais recentes, é possível acompanhar um resumo histórico relacionado aos últimos 10 anos.

Você pode acessar o resumo técnico do Senso da Educação Superior 2019 neste link.

Banner de divulgação do infográfico sobre Enade 2021. Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/infografico-mofu-enade-2021?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

#TôComASaraivaEducação 07: UniDrummond

O Centro Universitário Carlos Drummond de Andrade está localizado na região leste de São Paulo e possui os campi Neo Química Arena, Penha, Ponte Rasa, Tatuapé e Vila Formosa. 

Ao todo, a instituição oferece mais de 50 cursos em todas as áreas do conhecimento. Entre eles estão os cursos de bacharelado em Administração, Ciências Contábeis, Direito e Sistemas de Informação. 

As licenciaturas são em Educação Física, Matemática, Letras (português/inglês) e Pedagogia. Os tecnólogos ofertados incluem Comércio Exterior, Design Gráfico, Design de Moda, Gestão Financeira, Gestão Hospitalar, Marketing, Produção Publicitária e Tecnólogo em Futebol, único e exclusivo ofertado no Estado de São Paulo no campus Neo Química Arena. 

Continue a leitura para saber mais sobre a UniDrummond e a parceria de sucesso feita com a Saraiva Educação!

Conheça a UniDrummond

A UniDrummond pertence ao Grupo Educacional Drummond, que possui 50 anos de tradição. O grupo é referência em ensino, pesquisa e extensão na Cidade de São Paulo e atua desde a educação infantil até a pós-graduação. 

O Centro Universitário possui conceito máximo em excelência, atribuído pelo Ministério da Educação (MEC). Com nota 5, a instituição possui infraestrutura moderna e professores mestres e doutores que preparam os alunos para uma carreira de sucesso no mercado de trabalho.

O Campus Neo Química Arena é o destaque da instituição, sendo o 1º na América Latina dentro de uma arena de futebol. Inclusive, várias personalidades da área são ex-alunos, o que demonstra a vocação voltada para o esporte. 

Quem conta todos os detalhes é a gestora do Sistema de Bibliotecas do Grupo Drummond, Kelli Helena Santos da Silva, que está na gestão das 4 bibliotecas do Grupo desde 2010.

Leia também: Saiba como fazer a gestão de bibliotecas digitais

A bibliotecária diz gostar muito de atuar na instituição, pois exerce seu trabalho com total liberdade para expor ideias, trazer sugestões e buscar inovações. Além disso, seu trabalho é desenvolvido em conjunto com diretores, coordenadores, professores e alunos.  

A UniDrummond é uma instituição muito forte no mercado e possui um viés social. Assim, a instituição de educação superior (IES) se preocupa com as questões ambientais e com a formação dos jovens de baixa renda.

Entenda a parceria entre a UniDrummond e a Saraiva Educação

Um dos motivos da entrada da bibliotecária na instituição foi para ajudar no reconhecimento da primeira turma do curso de Direito, em 2011. Na época, o curso não contava com acervo físico nem digital. 

Sua responsabilidade foi construir um acervo do zero. Assim, Kelli Helena pôde participar de todo o processo da parceria com a Saraiva: agendamento, degustação, decisão e contratação. 

Atendimento da Saraiva Educação

Em relação ao time de sucesso do cliente da Saraiva Educação, Kelli afirma que “sempre recebe todo o suporte no que precisa e que isso não ocorre somente no relacionamento comercial e financeiro”. 

A bibliotecária complementa que “isso ocorre desde 2011. A Saraiva sempre esteve presente nas aulas inaugurais do curso de Direito, na semana jurídica, com o apoio de palestrantes e sorteio de Vade Mecum”.

Implementação da Biblioteca Digital Saraiva

Como o curso de Direito não possuía nenhum acervo, a instituição realizou a construção do acervo físico em primeiro lugar. Em seguida, fez a parceria com a Biblioteca Digital Saraiva (BDS).  

A aquisição dessa tecnologia auxiliou no reconhecimento do curso de Direito e ainda demonstra ser um grande diferencial para a UniDrummond. 

Leia também: Saiba quais são os critérios analisados na avaliação de bibliotecas pelo MEC

Para diminuir as resistências com o uso da biblioteca digital, a instituição conversou diretamente com seus professores. Foi a partir deles que o uso da plataforma aconteceu. Além dos treinamentos, foi solicitado aos docentes que incluíssem as obras da BDS na construção do plano de ensino e no desenvolvimento dos cursos.

Kelli também relata que, antes da BDS, existiram episódios em que os alunos do turno da manhã escondiam os livros na biblioteca quando solicitavam o empréstimo acima do total de livros, para depois pegá-los. Nisso, muitos alunos do noturno nem sequer encontravam o Vade Mecum na estante. 

“Com a BDS isso não acontece. Hoje, eles conseguem inclusive trabalhar entre eles e o professor também acompanha o que os estudantes estão fazendo. Estamos dando prosseguimento em tudo, pois não sabemos o que seria com essa pandemia se não fosse a biblioteca digital”, diz.  

Consequentemente, além de atender com mais agilidade, a instituição ampliou a possibilidade de os alunos navegarem em mais de uma obra, ao contrário dos livros impressos que possuem uma limitação de empréstimos.  

Benefícios da BDS

A bibliotecária elenca muitas vantagens encontradas no uso da Biblioteca Digital Saraiva na UniDrummond, além da própria facilidade de navegação e das diversas funcionalidades da plataforma, como a busca dinâmica, o uso de marcadores, o manuseio das páginas etc. 

O primeiro benefício se relaciona a uma das cinco leis da biblioteconomia: poupar o tempo do leitor. Para Kelli “Isso na BDS é fantástico! Ainda mais com a integração com o nosso sistema que gerencia o catálogo da biblioteca. Com a biblioteca digital, o aluno consegue encontrar os livros para estudar até pelo celular, seja no horário do almoço, no trajeto do trabalho para a faculdade ou vice-versa”.   

  Outra vantagem é a atualização das obras. Isso é visível nas áreas de Direito e Tecnologia. “No caso da UniDrummond, o curso de Direito é oferecido em 3 campus. Então, seria necessário comprar diversos exemplares para cada livro físico. Essa é uma vantagem não só em relação ao quesito financeiro, mas também se trata de uma questão de sustentabilidade”. 

O ganho do espaço físico também trouxe novas iniciativas para a instituição. “Hoje usamos o antigo espaço usado para acondicionar os livros para que nossos estudantes realizem saraus, concertos musicais, exposições, até para o uso de coworking”, complementa. 

Saiba como foi a implementação de soluções digitais na IES 

A instituição foi uma das primeiras a usar a tecnologia na região e, atualmente, faz parte da Comissão de Bibliotecas Brasileiras Universitárias, com participação de bibliotecas de países vizinhos, como Bolívia, Venezuela e Equador. Constantemente, são trocadas informações sobre tecnologia, novas bases de dados e informação, acesso aberto, etc.

Assim, Kelli diz que “Não é possível imaginar a tecnologia fora da educação. Elas caminham juntas”. E vai mais além quanto aos profissionais e alunos, relatando que “a função do coordenador, professor e bibliotecário não deixará de existir. Isso só irá acontecer se persistir a maneira tradicional de ensino. Com o ensino híbrido, o aluno tem facilidade para estudar de casa, continuar sua rotina de estudos, escrever seu artigo, pesquisar e concluir seu projeto”, finaliza.   

Que tal implementar a Biblioteca Digital Saraiva e, assim como a UniDrummond, transformar o ensino da sua instituição? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas!

Plantão Saraiva Educação #07: especial DONS

O Plantão Saraiva Educação de hoje está especial! Falamos sobre a nova solução da Saraiva Educação, DONS, que disponibiliza disciplinas online para os cursos de Direito. Aproveite para conhecer melhor essa novidade e outras notícias importantes da última quinzena a seguir!


Saraiva Educação lança solução para disciplinas online de Direito: conheça a DONS

Com o objetivo de auxiliar as instituições de educação superior a melhorarem a qualidade do ensino, cumprindo as determinações do Ministério da Educação (MEC) e preenchendo até 40% da carga horária do curso de Direito no formato online, a Saraiva Educação está lançando a solução Disciplinas Online de Direito – DONS, que conta com conteúdos digitais em diversos formatos produzidos por especialistas e autores renomados da área.

Facilitando a redução de custos e o desenvolvimento de metodologias ativas, além de proporcionar diversos outros benefícios para o gestor educacional, o professor e o aluno, a DONS conta com conteúdos modularizáveis, garantindo flexibilidade para o docente e a qualidade já reconhecida da marca Saraiva Educação.

Os estudantes podem acessar os conteúdos multiformatos diretamente no ambiente de aprendizagem, otimizando o fluxo de aprendizagem e estimulando práticas de estudo independentes. O docente também tem acesso aos conteúdos diretamente pela plataforma de aprendizagem.

Conheça melhor a nova solução da Saraiva Educação, DONS, neste artigo do nosso blog!

Banner de divulgação do ebook "Disciplinas online de Direito: como desenvolver na IES?". Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-ebook-mofu-disciplinas-online-direito?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Outras notícias que você precisa saber

Veja as principais notícias da quinzena para o ensino superior.

Inscrições para o SiSU abertas do dia 06 a 14 de abril

De 06 a 14 de abril, participantes do Enem 2020 poderão concorrer às quase 210 mil vagas em IES públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). O resultado da chamada regular ocorrerá no dia 16 de abril e no dia 19 do mesmo mês se iniciam as matrículas.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre captação de alunos para cursos presenciais e EaD

GT para acompanhamento da implementação do diploma digital é instituído pelo MEC

Há algumas semanas, falamos sobre a implementação do diploma digital no ensino superior no Plantão Saraiva Educação #05. A decisão é obrigatória para todas as instituições federais e privadas e deve ser cumprida até dezembro de 2021.

Para acompanhar o projeto e produzir um relatório com o objetivo de analisar a sua implantação e gestão, o MEC instituiu um GT, com duração de 1 ano, por meio da Portaria n° 122, publicada no Diário Oficial da União no dia 25 de março.

Banner de divulgação do infográfico sobre Enade 2021. Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/infografico-mofu-enade-2021?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Você já conhece a solução Disciplinas Online Saraiva (DONS)?

O curso de Direito é conhecido por sua extensa carga horária e quantidade significante de conteúdo programado, o que demanda do aluno tempo e  disciplina para concluir o curso com o aprendizado efetivado. 

Além disso, o tradicional modelo de aula expositiva presencial precisa ser repensado, de forma a incentivar o uso da tecnologia como aliada no ensino. É importante que o  aluno se torne protagonista da sua própria educação, aumentando o engajamento com as disciplinas ministradas. 

Pensando nisso, a Saraiva Educação elaborou uma nova solução: Disciplinas Online Saraiva (DONS). A DONS surge, então, buscando a implementação de disciplinas online no curso de Direito e se mostra como uma boa solução para garantir a flexibilização do acesso à educação e engajar o corpo discente com a graduação

Neste artigo, iremos apresentar a nova solução da Saraiva Educação, quais são as disciplinas atendidas, os regulamentos do Ministério da Educação (MEC) e os principais benefícios para alunos e instituições. Confira! 

O que é DONS? 

DONS é a solução para o fornecimento de conteúdos digitais pela Saraiva Educação, com o objetivo de compor as disciplinas de graduação do curso de Direito. 

Disciplinas Online Saraiva, então, é uma solução composta por conteúdos de qualidade garantida pela Saraiva Educação, marca já consolidada e conceituada no mercado do Direito. 

Qual é o propósito da DONS?

A Portaria nº 2.117, de 6 de dezembro de 2019 dispõe sobre a oferta de carga horária na modalidade de Ensino a Distância (EaD) em cursos de graduação presenciais. 

No documento, o Ministério da Educação (MEC) autoriza as IES a introduzir a oferta de disciplinas online até o limite de 40% da carga horária total do curso.

Além disso, os princípios que orientam as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) dos cursos de graduação determinam que, no momento da elaboração de um novo currículo a ser enviado para a avaliação do Ministério da Educação (MEC), as instituições de ensino devem considerar pontos como: 

  • O incentivo de sólida formação geral;
  • O estímulo de práticas de estudo independentes;
  • O encorajamento do reconhecimento de conhecimentos, habilidades e competências adquiridas fora do ambiente escolar;
  • O fortalecimento da articulação da teoria com a prática.

Para todos os pontos elencados, é possível perceber que a aplicação de disciplinas online, sejam elas aplicadas no formato de Ensino a Distância (EaD) ou híbrido, e o uso de ferramentas tecnológicas se mostram como agente facilitador do cumprimento das Diretrizes Curriculares do Ensino Superior. 

Dessa forma, a DONS surgiu para ajudar a IES a melhorar a qualidade do ensino, cumprindo as determinações do MEC e ajudando a complementar os conteúdos do curso de Direito. 

Além da qualidade de ensino garantida, os benefícios das DONS são inúmeros para os alunos, professores e para a instituição. 

Quais são as disciplinas atendidas?

Atualmente, a DONS atende às seguintes disciplinas do curso de Direito: 

  1. Introdução ao Estudo do Direito
  2. Civil – Geral 1: Pessoas e Bens
  3. Civil – Geral 2: Fatos, Atos e Negócios Jurídicos
  4. Penal – Parte Geral 
  5. Civil – Obrigações
  6. Constitucional – Teoria da Constituição e Direitos Fundamentais 
  7. Processo Civil I – Processo de Conhecimento e Tutelas Provisórias

O curso de Direito pode ter disciplinas online?

A partir da Portaria nº 2.117/19 o Ministério da Educação estabeleceu algumas orientações acerca da oferta de disciplinas online que se aplicam também ao curso de Direito. 

Carga horária

As IES poderão introduzir a oferta de carga horária na modalidade de EaD na organização pedagógica e curricular de seus cursos de graduação presenciais, até o limite de 40% da carga horária total do curso.

Para tanto, os seguintes requisitos devem ser atendidos: 

  1. O Projeto Pedagógico do Curso – PPC deve apresentar, na matriz curricular, o percentual de carga horária a distância e indicar as metodologias a serem utilizadas;
  2. A introdução das disciplinas online deve observar as Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação superior;
  3. As universidades e os centros universitários devem registrar o percentual de oferta de carga horária a distância no momento da informação de criação de seus cursos à Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação ( SERES-MEC);
  4. A oferta das disciplinas online deverá incluir métodos e práticas de ensino-aprendizagem que incorporem o uso integrado de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), material didático específico, tutores e profissionais da educação com formação e qualificação em nível compatível com o previsto no PPC e no plano de ensino da disciplina. 

Quais são os benefícios da solução Disciplinas Online Saraiva?

Os benefícios em adotar a solução Disciplinas Online Saraiva incluem melhor gestão do tempo, redução de custos e aumento da qualidade do curso de Direito ofertado pela IES. A seguir, listamos ainda: 

1. Projeto pedagógico

O projeto pedagógico da DONS possibilita: 

Metodologias ativas 

O uso de metodologias ativas gera maior autonomia para o estudante e apresenta situações práticas essenciais à sua formação. Transformar o aluno em protagonista na sua própria educação gera engajamento e uma postura mais ativa em relação ao aprendizado

Aprendizagem significativa

A aprendizagem significativa é a construção contínua do conhecimento. Fornecer contexto para os alunos por meio de casos concretos, notícias e jurisprudências gera aumento do interesse na disciplina e ajuda o estudante a relacionar a matéria com o dia a dia. 

Tecnologias educacionais 

A adoção de disciplinas online também possibilita o uso da tecnologia como ferramenta educacional, fazendo com que as atividades no ambiente virtual sejam combinadas com as aulas síncronas. 

Aprendizagem multimídia

Multimídia é o agrupamento dos variados meios de comunicação, incluindo recursos digitais como gráficos, imagens, áudios, vídeos e animações que objetivam a transmissão de informações.

Tendo em vista que alguns alunos possuem maior facilidade em fixar o conteúdo apresentado por meio de imagens, outros por leitura e outros por áudio, a utilização de conteúdos multimídia se apresenta como uma boa solução para contemplar todos os tipos de aprendizagem na educação superior. 

2. Redução de custos e melhoria da qualidade

Além de promover maiores taxas de retenção e aprendizado para os estudantes, o que aumenta a qualidade do curso oferecido, apostar na adoção da solução Disciplinas Online Saraiva para os cursos de graduação também garante redução de custos para a instituição de ensino. 

Ao implantar os conteúdos online, a IES reduz as despesas geradas pela presença dos estudantes no espaço físico da instituição. Tal economia pode ser revertida, então, em melhorias para a educação dos alunos, como: aquisição de materiais atualizados,  ampliação da biblioteca da IES, capacitação dos docentes, investimento em ferramentas tecnológicas de qualidade, entre outros. 

Portanto, conforme demonstrado, a solução Disciplinas Online Saraiva é capaz de transformar a educação em Direito da sua IES. Que tal conversar com um especialista e conhecer melhor a DONS

Plantão Saraiva Educação #06: Prazo para envio da autoavaliação, mudanças na avaliação da pós-graduação e mais!

O tema do Plantão Saraiva Educação de hoje é a avaliação do MEC no ensino superior! Falamos sobre a troca do diretor da Daes, do Inep, sobre o prazo de envio do relatório de autoavaliação da IES e sobre as mudanças na avaliação da pós-graduação.

Continue a leitura para ficar por dentro das principais informações da última quinzena!


Novo diretor assume a Avaliação da Educação Superior do Inep

No dia 12 de março, Luís Filipe de Miranda Grochocki, doutor em Política Educacional na Universidade de Stanford (EUA), mestre em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e bacharel em Relações Internacionais e Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), assumiu a diretoria de Avaliação da Educação Superior (Daes) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

O novo diretor, que já passou pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), dentre outros, recebe o principal desafio de levar inovação nas avaliações da educação superior.

Relatório de autoavaliação deve ser enviado até 31 de março

As instituições de educação superior (IES) devem enviar, até o dia 31 de março, o relatório de autoavaliação referente a 2020 da Comissão Própria de Avaliação (CPA). O documento, que deve considerar as diferentes dimensões institucionais em um estudo reflexivo sobre a atuação da instituição, deve ser enviado de acordo com o ciclo planejado pela IES (em versão parcial ou final) por meio do sistema e-MEC.

Além de apontar acertos e pontos a desenvolver da IES, o relatório de autoavaliação conta com os resultados de análises qualitativas, com o objetivo de apoiar a gestão institucional. O documento também subsidia a avaliação in loco realizada pelo MEC.

Leia também: Saiba tudo sobre o que podemos verificar por meio do portal e-MEC

Mudanças nas fichas de avaliação dos programas de pós-graduação

A avaliação quadrienal 2017-2020 da pós-graduação, que está em sua primeira fase, apresentou novidades na estrutura da ficha de avaliação com o objetivo de dar maior foco à qualidade dos cursos, enfatizando a formação e a avaliação de resultados. Para isso, ao invés de 5 quesitos, agora são 3 pontos avaliados:

  1. Programa (funcionamento, estrutura e planejamento);
  2. Formação (qualidade das produções, das atividades de pesquisas e desempenho dos egressos);
  3. Impacto na Sociedade (inovação, visibilidade, internacionalização e impactos econômicos e sociais)

Nesta primeira fase, os programas de pós-graduação devem preencher as informações de desempenho no sistema Coleta, da CAPES, até o dia 23 de abril, e os pró-reitores devem homologá-los até o dia 30 de abril. Após isso, é necessário apresentar as produções mais relevantes do programa no módulo Destaque.

Banner de divulgação do infográfico sobre Enade 2021. Link para download gratuito: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/infografico-mofu-enade-2021?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Plantão Saraiva Educação #05: Implementação do diploma digital no ensino superior, autorização de 46 cursos em instituições de educação superior e mais!

A sua instituição de educação superior (IES) já emite diplomas digitais? Além de otimizar os custos com esse processo, a emissão e armazenamento digital dos diplomas pode ainda reduzir o tempo em sua elaboração e disponibilização para o estudante.

No Plantão Saraiva Educação de hoje falamos sobre esse e outros temas que foram bastante discutidos nos últimos 15 dias. Confira!


Prazo para implementação do diploma digital nas IES é estendido para dezembro de 2021

No dia 01 de março, foi publicada, no Diário Oficial da União (DOU), a Portaria n° 117, que prorroga o prazo para as IES federais e privadas implementarem o diploma digital. Agora, as instituições têm até dezembro de 2021 para se adequarem à exigência.

O diploma digital, que é o formato do documento gerado, emitido e armazenado por meio digital, deve ser implementado por todas as IES federais e privadas, seguindo a Portaria n° 330, de 2018, instituída pelo Ministério da Educação (MEC).

Com essa medida, o MEC busca reduzir o tempo, custos e possibilidades de fraudes na emissão dos diplomas acadêmicos, modernizando esse processo. Os diplomas digitais serão validados por um serviço nacional lançado pelo MEC em dezembro de 2020.

Acesse o Portal do MEC sobre Diploma Digital aqui.

46 cursos técnicos em instituições de educação superior privadas são autorizados pelo MEC

No dia 01 de março, o MEC aprovou mais 46 cursos técnicos de nível médio de Instituições Privadas de Ensino Superior (IPES), autorizando a abertura de 12.583 vagas de formação profissional. As aprovações são referentes às solicitações feitas entre julho e agosto de 2021 pelas IPES e têm validade de 3 anos. Até o momento, 97 instituições foram contempladas, com autorizações concedidas a 50 diferentes habilitações.

Se a sua instituição de ensino teve algum pedido indeferido por conta do não cumprimento dos critérios para a autorização, você pode interpor recurso em até 30 dias a partir da divulgação desse resultado no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec), apresentando argumentação relacionada ao item do indeferimento. Atenção: não é possível alterar o plano de curso ou encaminhar documentação adicional na requisição.

Baixe o ebook: Ensino técnico na IES: guia para criar cursos técnicos de qualidade em sua instituição

Mais de 209 mil vagas são ofertadas no Sisu 2021/1

O MEC divulgou, no dia 05 de março, as vagas em cursos de graduação que serão ofertadas no primeiro semestre de 2021 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As vagas estão distribuídas entre 5.685 cursos de 110 instituições de educação superior públicas (municipais, estaduais e federais). Todas as pessoas podem consultar as vagas e mais informações na página do Sisu, levando em consideração que as informações podem ser alteradas pelas instituições até o período de abertura do processo seletivo.

Atualmente, o Sisu é o principal processo seletivo para instituições de educação superior públicas no Brasil. Neste ano, os candidatos poderão se inscrever de 06 a 09 de abril, utilizando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O resultado da chamada única está previsto para ser divulgado em 13 de abril.

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre captação de alunos para cursos presenciais e EaD

Educação e pesquisa são marcadas pelo crescimento de mulheres ao longo dos anos

Nós, da Saraiva Educação, sabemos que ainda há muito a se conquistar para que a equidade de gênero seja alcançada em nosso país e em todo o mundo. Porém, na semana do dia internacional das mulheres, aproveitamos para comemorar o crescimento da presença feminina na educação. Confira alguns dados:

  1. a quantidade de doutoras tituladas a cada ano cresceu 61% de 2013 a 2019, de acordo com dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES);
  2. 59,6% das matrículas em cursos de ensino técnico de nível médio são de estudantes mulheres, de acordo com dados do Censo Escolar 2020;
  3. a proporção de mulheres entre docentes do ensino superior passou de 43,2% em 2003 para 46,8% em 2019, de acordo a publicação Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil / IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais.

Sabemos que esses dados não podem ser analisados isoladamente e que ainda há um longo caminho para percorrer. Por isso, a Saraiva Educação trabalha para aumentar a diversidade e a inclusão com um comitê dedicado à pauta. Saiba mais em nosso instagram: @saraivaeducacao

Plantão Saraiva Educação #04: entenda como será o Enade 2021

Com a chegada da pandemia de covid-19 no Brasil em 2020, diversos cronogramas oficiais precisaram ser alterados por conta da necessidade de distanciamento social da população. O ensino foi amplamente levado para o ambiente virtual, as instituições de ensino tiveram que repensar o calendário de atividades e grandes avaliações nacionais, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), foram adiadas para o próximo ano.

O Enem teve a sua data marcada para o início de 2021 e até o começo desta semana não sabíamos o que aconteceria com o Enade. No entanto, na terça-feira, dia 23 de fevereiro, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, apresentou ao Conselho Nacional de Educação (CNE) o cronograma de trabalho do Inep para o ano, incluindo a aplicação do Enade referente aos ciclos avaliativos de 2020 e 2021.

De acordo com o cronograma, o Enade 2020 será aplicado concomitantemente à edição referente a 2021 entre o período de novembro e dezembro deste ano.

Mas atenção: de acordo com publicação do ano passado, os graduados em 2020 nos cursos do ano II do ciclo avaliativo, que seriam obrigados a prestar o Exame caso ele fosse aplicado na data programada anteriormente, estão isentos de sua realização neste ano. Por outro lado, a prova é obrigatória para os concluintes desses cursos em 2021.

Sendo assim, deverão realizar a prova os concluintes, em 2020, dos cursos dos anos II e III do ciclo avaliativo do Enade, que correspondem a:

Ano II

  • Cursos de bacharelado nas áreas de:
    • Ciências Biológicas;
    • Ciências Exatas e da Terra;
    • Linguística, Letras e Artes e áreas afins;
  • Cursos de licenciatura nas áreas de
    • Ciências da Saúde;
    • Ciências Humanas;
    • Ciências Biológicas;
    • Ciências Exatas e da Terra;
    • Linguística, Letras e Artes;
  • Cursos de bacharelado nas áreas de Ciências Humanas e Ciências da Saúde, com cursos avaliados no âmbito das licenciaturas;
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de
    • Controle e Processos Industriais;
    • Informação e Comunicação;
    • Infraestrutura;
    • Produção Industrial.

Ano III

  • Cursos de bacharelado na área de Ciências Sociais Aplicadas e áreas afins;
  • Cursos de bacharelado na área de Ciências Humanas e áreas afins que não tenham cursos também avaliados no âmbito das licenciaturas;
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de
    • Gestão e Negócios;
    • Apoio Escolar;
    • Hospitalidade e Lazer;
    • Produção Cultural;
    • Design.

Confira conteúdos para preparar os estudantes

Já que, em 2021, haverá a aplicação do Enade para cursos referentes aos ciclos avaliativos de 2 anos, é muito importante que a a Instituição de Educação Superior (IES) tenha a estrutura necessária para preparar tantos estudantes.

Para te ajudar, separamos os principais conteúdos que temos sobre o Exame. Você pode conferir abaixo:

  1. Tudo o que você precisa saber sobre o conceito Enade
  2. Entenda para que serve o Enade e conheça o papel dessa prova para a sua IES
  3. Como funciona o Enade: entenda tudo sobre o Exame
  4. Tire todas as suas dúvidas sobre o edital Enade
  5. Entenda o que é um banco de questões Enade, como funciona e sua importância
  6. Saiba como escolher a solução para aplicação de simulado Enade em sua IES
  7. 8 passos para saber como preparar os alunos para o Enade
  8. Entenda qual a importância do Enade na rotina de uma IES
  9. Saiba quem faz Enade nas próximas edições
  10. O que é e como aumentar a nota no Enade da sua IES
  11. Entenda o que mudou no Enade 2020 e 2021
  12. O que é o modelo de questões Enade?


Plantão Saraiva Educação #03: prioridades da CAPES 2021, recursos liberados para instituições federais e mais!

Sua Instituição de Ensino Superior tem o objetivo de passar pelo processo de internacionalização? Sua IES está preparando os estudantes para o Exame da OAB? E quais são as prioridades da CAPES para este ano?

No Plantão Saraiva Educação de hoje trouxemos informações sobre esses e outros assuntos importantes para você que é gestor, bibliotecário ou professor no ensino superior. Confira!

CAPES lança um guia para orientar IES que desejam passar pelo processo de internacionalização

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou o seu Guia para Aceleração da Internacionalização Institucional: Pós-Graduação Stricto Sensu, elaborado pela Diretoria de Relações Internacionais (DRI) do órgão.

O guia é voltado para gestores de Instituições de Ensino Superior (IES) que fazem parte ou desejam integrar o Programa Institucional de Internacionalização (Print), orientando sobre como alcançar os padrões de excelência no ensino, pesquisa e extensão necessários para a inserção das instituições no cenário global.

Com foco nas instituições que desejam passar pelo processo de internacionalização por meio da pós-graduação stricto sensu, o Guia sugere estratégias para nortear os gestores a alcançarem o objetivo. Você pode acessá-lo por meio deste link.

Banner de divulgação do kit sobre reconhecimento de curso, credenciamento e recredenciamento no ensino superior. Link para download: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-kit-tofu-kit-credenciamento-mec?utm_source=blog&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

CAPES e UEMA ofertam curso para capacitação de professores de ensino básico e alunos de licenciatura sobre ensino virtual

Em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), a CAPES abriu 50 mil novas vagas para professores de educação básica e alunos de licenciatura capacitações online e gratuitas sobre ensino virtual. Os temas abordados são:

  1. Como Produzir Videoaulas;
  2. Mediação em Educação a Distância (EaD);
  3. Desenho Didático para o Ensino Online;
  4. Multimeios em Educação e Psicologia na Educação

Os interessados podem se inscrever por meio deste link até o dia 26 de fevereiro. A conclusão dos cursos dá direito a certificado emitido pela CAPES e pela UEMA.

Presidente da CAPES aborda prioridades para 2021, auxílios para pós-graduandos e mais

Benedito Aguiar, presidente da CAPES, citou as prioridades da fundação em uma videoconferência com representantes da Associação Nacional de Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) no dia 04 de fevereiro. Dentre os focos citados, estão:

  1. lançamento de programas estratégicos induzido;
  2. retomada da mobilidade acadêmica internacional;
  3. formação de professores para uso de tecnologia nas aulas;
  4. avaliação quadrienal da pós-graduação.

Além disso, o presidente também passou por programas a serem implementados em 2021 pela fundação, auxílios para pós-graduandos e a redução de gastos com o Portal de Periódicos. Saiba mais no site do MEC.

R$ 294,9 milhões são liberados para universidades e outras instituições federais

No dia 29 de janeiro, o Ministério da Educação (MEC) designou R$ 294,9 milhões às instituições federais vinculadas à pasta. O valor foi distribuído entre universidades federais (já incluindo os hospitais universitários), a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), o Instituto Benjamin Constant (IBC) e a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

O valor é destinado aos custos de manutenção das instituições, como gastos com água, energia, serviços terceirizados e compra de materiais, e ao Programa Nacional de Assistência Estudantil (Pnaes), responsável por apoiar a permanência estudantil de estudantes de graduação de baixa renda, oferecendo serviços como moradia, alimentação, transporte e saúde.

A primeira fase do Exame de Ordem está chegando. Saiba como preparar os estudantes!

No dia 7 de março acontecerá a primeira fase do XXXII Exame de Ordem Unificado. Aproveite para conferir os artigos do nosso blog sobre o assunto:

  1. Confira o calendário do Exame da OAB em 2021 e entenda melhor cada etapa
  2. Veja estatísticas e saiba como melhorar o índice de aprovação OAB em sua IES
  3. Como funciona e como preparar os estudantes para a prova da OAB primeira fase
  4. Saiba como funciona a segunda fase OAB e como preparar os estudantes
  5. Guia completo do Exame OAB para a IES

Não deixe de conferir os artigos produzidos por especialistas para o Blog Saraiva Educação

A sua IES possui inteligência educacional?“, por Givago Dias, Gestor e coordenador do núcleo de educação a distância da UNIFAMMA.

Liderança Inovadora nas Instituições de Ensino Superior: como engajar docentes, estudantes e demais membros da comunidade acadêmica para atender as necessidades do mercado“, por João Brillo, autor dos livros Liderança e Cultura Organizacional para Inovação e Liderança Inovadora.