O que é e como desenvolver uma disciplina híbrida na prática?

Entenda tudo sobre como funcionam as disciplinas online: benefícios, como elaborar o plano de ensino, como disponibilizar conteúdos online e mais!
Disciplina híbrida: fotografia de uma mulher assistindo uma aula online.

O modelo de disciplina híbrida vem sendo muito comentado quando falamos sobre a retomada das aulas presenciais e a manutenção das medidas de prevenção ao Coronavírus.

No entanto, o ensino híbrido não é apenas uma tendência momentânea. Esse é o formato de educação do presente e do futuro.

Ao fazer um uso estratégico e profundo das tecnologias de informação e comunicação, a educação híbrida permite preparar os estudantes para a contemporaneidade.

Além disso, a aplicação de disciplinas híbridas na sua IES gera inúmeros benefícios para a instituição e também para seus estudantes.

Quer saber mais sobre como elas funcionam, como aplicá-las, suas vantagens e mais? Então é só continuar a leitura! 

Como funcionam as disciplinas híbridas?

Uma disciplina híbrida funciona, geralmente, da seguinte forma:

  • Uma parte das aulas e/ou dos estudos acontecem no formato EaD. Ou seja, a distância e online.
  • Uma outra parte da disciplina ocorre de forma síncrona online, ou presencialmente, com a condução de professores, e encontro e diálogo entre os alunos.

Dessa forma, as disciplinas híbridas oferecem aulas no formato semipresencial e seguem as premissas do ensino híbrido.

Com isso, elas mesclam estratégias e ferramentas tanto do ensino presencial quanto do formato de Educação a Distância (EaD). Neste contexto, a tecnologia marca presença constante, seja como mediadora de atividades e conteúdos, ou como fonte de consulta e ferramenta prática.

Ao fazer essa junção de estratégias e estimular o uso de tecnologias, as disciplinas híbridas geram a reorganização do espaço e do tempo de aula, bem como dos papéis executados por professores e alunos.

Isso porque nesse formato os estudantes recebem maior autonomia para efetuar suas tarefas e estudos a distância.

Além disso, os professores assumem um papel mais relacionado ao de um facilitador e guia, saindo da posição de detentor e transmissor único do saber.

Afinal, os estudantes contam com tecnologias ao seu dispor para fazerem suas pesquisas e acessarem seus conteúdos, dentro e fora da sala.

Quais seus benefícios para professor e aluno?

Oferecer uma disciplina híbrida, ou até mesmo cursos completos nessa modalidade, traz inúmeros benefícios para sua IES, tanto para os alunos quanto para os professores.

Abaixo você sabe mais sobre eles:

Benefícios da disciplina híbrida para professores

As principais vantagens das disciplinas híbridas para os professores, são:

  • Melhor uso de tempo
  • Otimização da elaboração de planos de aula
  • Possibilidade de explorar novos temas, indo além do cronograma curricular obrigatório
  • Maior personalização de conteúdos
  • Permite o uso de metodologias ativas
  • Maior atualização e desenvolvimento de novas habilidades.

Benefícios do ensino híbrido para alunos

Já os alunos são beneficiados pelas disciplinas híbridas da seguinte forma:

  • Maior autonomia e protagonismo em seus processos de aprendizagem
  • Acesso a uma educação mais atualizada e contemporânea, coerente com a atualidade
  • Otimização do tempo e maior flexibilidade
  • Possibilidade de desenvolver novas competências 
  • Uso constante das novas tecnologias e maior aprendizado por meio delas.

Como desenvolver um plano de ensino para disciplina híbrida?

Para garantir que a disciplina híbrida seja aplicada da melhor maneira, é importante que os docentes responsáveis definam um plano de ensino adequado.

Esse planejamento não difere muito daquele que é organizado nas aulas presenciais tradicionais. A estrutura é praticamente a mesma:

  • Informações básicas: descrição da disciplina híbrida. Deve conter nome do curso, título e código da disciplina, ano e semestre letivo, nome do docente, carga horária e número de créditos.
  • Ementa: resumo do que será trabalhado na disciplina, abordando de forma sucinta o conteúdo programático.
  • Objetivos: habilidades, competências e comportamentos que serão desenvolvidos por meio da disciplina.
  • Justificativa: razões pelas quais o desenvolvimento dos objetivos é importante.
  • Metodologia: recursos, estratégias, ferramentas, tipos de aulas e atividades necessárias para alcançar os objetivos listados.
  • Conteúdo: conceitos e temas apresentados durante a disciplina híbrida.
  • Avaliação: mensuração do aprendizado dos alunos e quais tipos de avaliação serão aplicados durante a disciplina.
  • Bibliografia: listagem das obras que serão utilizadas durante a disciplina. 

Entretanto, é importante se atentar para os tipos de metodologias, conteúdos e avaliações aplicados na disciplina híbrida, uma vez que isso costuma variar bastante da educação tradicional para esse modelo inovador, considerando as possibilidades de ferramentas tecnológicas utilizadas.

Como desenvolver disciplinas híbridas no ensino superior?

Já sabemos mais sobre o que são as disciplinas híbridas, como elas funcionam, suas vantagens e até como elaborar um plano de ensino com elas.

Entretanto, ainda há algumas dúvidas e questões sobre como desenvolvê-las no ensino superior, certo?

A aplicação do ensino híbrido nas instituições de educação superior (IES) depende muito das plataformas e ferramentas utilizadas. Afinal, as soluções tecnológicas são parte essencial da educação semipresencial.

Sabemos que não é fácil nem simples efetuar essa transformação digital na educação. Muitas vezes, docentes e coordenadores não sabem como iniciar esse processo, e há muitas dificuldades a serem superadas para constituir uma plataforma e um conteúdo de qualidade.

Entretanto, não é necessário construir tudo isso do zero! 

Felizmente, hoje em dia já conseguimos encontrar soluções especializadas disponíveis no mercado! Com elas, o oferecimento de disciplinas híbridas fica mais prático, simples e possível.

Essas soluções fornecem conteúdos digitais com o objetivo de compor parte das disciplinas da graduação.

Dessa forma, é possível ter uma maior flexibilização de acesso à educação e um maior engajamento dos estudantes na graduação, além de todos os outros benefícios do ensino híbrido para professores e alunos, que já listamos acima.

Ademais, as disciplinas online também possibilitam o uso e desenvolvimento de:

E se você quer saber como desenvolver uma disciplina híbrida com conteúdos online desenvolvidos por uma plataforma de qualidade, confira também o nosso artigo sobre a DONS!

Você também pode gostar

Curso de Direito EaD?
A Saraiva Educação preparou várias trilhas de aprendizado explicar como implementar na sua IES.

Artigos em destaque

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!

Deseja manter-se sempre atualizado? Receba quinzenalmente uma seleção de materiais sobre a educação superior — é só informar seu melhor endereço de e-mail!