ENADE 2019: prova, cursos e tendências

Criado em 14 de abril de 2004 pela Lei 10.861 para substituir o antigo Exame Nacional de Cursos, conhecido como “Provão”, o ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) visa mensurar a qualidade dos cursos e das instituições do país, sendo utilizado tanto para o desenvolvimento de políticas públicas para a Educação Superior quanto como fonte de consultas pela sociedade.  

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), a prova constitui-se como  “insumo fundamental para o cálculo dos indicadores de qualidade da educação superior: Conceito Enade, Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), todos normatizados pela Portaria Normativa GM/MEC nº 840, de 24 de agosto de 2018”. Em suma, o resultado dos alunos na prova é o que define a nota da instituição perante ao MEC, podendo esta nota variar de 1 a 5. 

Apesar de inquestionavelmente importante, a cada ano o ENADE traz novas peculiaridades. Nesse texto você vai saber um pouco mais sobre como o ENADE 2019 será organizado e como já começar a se preparar para a tão sonhada nota 5! 

Cursos participantes do ENADE em 2019

A cada ano, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP), responsável pelo Sistema de Avaliação do Ensino, juntamente com o Ministério da Educação, definem as áreas que serão avaliadas pelo ENADE. Isso significa que não são todos os cursos que realizam o ENADE a cada ano: a periodicidade máxima com que cada área de conhecimento é avaliada é trienal, de modo que, se um curso participou da prova em 2015, por exemplo, só em 2018 a turma do último ano deste curso participará novamente, obrigatoriamente. 

Existem três grandes áreas que podem ser alocadas para avaliação no ENADE, descritas detalhadamente na tabela abaixo:

O ENADE 2019 surpreendeu com a alocação de cursos, uma vez que a retrospectiva histórica de avaliação indicava que os cursos avaliados seriam apenas os da área 1: 

  • 2013: foram avaliados cursos da área 1; 
  • 2014: foram avaliados cursos da área 2; 
  • 2015: foram avaliados cursos da área 3; 
  • 2016: foram avaliados cursos da área 1; 
  • 2017: foram avaliados cursos da área 2; 
  • 2018: foram avaliados cursos da área 3;

Porém, o ENADE 2019 contemplará, além dos cursos da área 1, os cursos de bacharelado da área 2.

Estrutura da Prova 

A probabilidade é que a prova do ENADE 2019 siga o mesmo formato das edições anteriores, sendo dividida, portanto, em duas grandes partes: Formação Geral (comum a todos os participantes) e o Componente Específico.  Em cada uma dessas partes ainda temos avaliações específicas, fazendo com que a prova fique dividida da seguinte maneira: 

  • 2 questões discursivas de conhecimentos gerais — peso de 10% do total da prova; 
  • 8 questões objetivas de conhecimentos gerais — peso de 15% do total da prova; 
  • 2 questões discursivas de conhecimentos específicos — peso de 11,25% do total da prova; 
  • 27 questões objetivas de conhecimentos específicos — peso de 63,75% do total da prova; 
  • 9 questões sobre o nível de dificuldade da prova — não conta como critério de avaliação. 

Vale ressaltar que, para os cursos de Engenharia, as seis (6) primeiras questões objetivas de conhecimento específico configuram-se como conteúdos do Ciclo Básico de Engenharia, sendo, portanto, comum a todas. 

Como iniciar a preparação o quanto antes

Os estudantes que farão o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) em 2019 podem consultar os conteúdos que serão avaliados em cada um dos cursos após a liberação das portarias normativas pelo site do INEP.  As portarias normativas abordam os perfis, as competências e os conteúdos que serão avaliados em cada curso naquela edição do exame. A referência do perfil do concluinte aborda as características e habilidades a serem cobradas nas questões, enquanto os conteúdos contemplam os possíveis assuntos das mesmas. 

Enquanto as portarias de 2019 não são disponibilizadas, uma boa opção é entender o perfil das Comissões Assessoras de Área para as áreas avaliadas no ENADE 2019. Os membros que constituirão a comissão de cada curso estão descritos na portaria nº 151, de 28 de fevereiro de 2019, também disponível no site do INEP. 

Agora que você já sabe como funciona o ENADE 2019, que tal já ir preparando sua IES para a tão sonhada nota 5? O exame deve acontecer no segundo semestre de 2019, mas é de fundamental importância que a preparação comece o quanto antes. Quer saber mais sobre como a Saraiva Educação pode auxiliar na preparação da sua IES para o ENADE? Clique aqui!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *