Tudo o que você precisa saber sobre o Enade 2020

Enade 2020: fotográfia muito próxima de uma pessoa segurando uma caneta e fazendo uma prova.
Quais serão os cursos avaliados pelo Enade 2020? Quais são os modelos de questões? E como se preparar para essa prova? Tire todas as suas dúvidas neste artigo!

Compartilhe este artigo

Sua instituição está atenta aos processos do Enade 2020? Conforme divulgado em julho por Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a prova deve ocorrer em 2021, com data a ser divulgada. 

Realizado anualmente, o Enade avalia: 

  • o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares de cada curso; 
  • o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional; 
  • o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial. 

A cada edição, o MEC determina um grupo de cursos a ser avaliado. São três subdivisões denominadas de Ano I, II e III do Ciclo Avaliativo 

Na edição de 2020, que ocorrerá em 2021 devido à pandemia, será a vez do Ano II. Segundo a normativa do próprio exame, cada curso não pode ficar mais do que três anos sem ser avaliado.  

A lista de cursos avaliados bem como cronogramas de inscrição e realização de cada etapa podem ser conferidas no site do Inep na aba referente ao Enade. Lá você também encontra as diretrizes empregadas na prova, procedimentos técnicos e responsabilidades da IES. 

Confira, agora, algumas informações importantes sobre a próxima edição do Enade! 

Quais serão os cursos avaliados no Enade 2020? 

Este ano serão avaliados 10 cursos de bacharel, 17 de licenciatura e três tecnológicos. Confira a lista completa abaixo: 

Grau de bacharelado 

  • Ciências da computação 
  • Ciências biológicas 
  • Ciências sociais 
  • Design 
  • Educação física 
  • Filosofia 
  • Geografia 
  • História 
  • Química 
  • Sistemas de informação 

Grau de licenciatura 

  • Artes visuais 
  • Ciências da computação 
  • Ciências biológicas 
  • Ciências sociais 
  • Educação física 
  • Filosofia 
  • Física 
  • Geografia 
  • História 
  • Letras – inglês 
  • Letras – português 
  • Letras – português e espanhol 
  • Letras – português e inglês 
  • Matemática
  • Música 
  • Pedagogia 
  • Química 

Grau de tecnólogo 

  • Tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas 
  • Tecnologia em gestão da tecnologia da informação 
  • Tecnologia em redes de computadores 

Vale lembrar que a participação dos alunos egressos desses cursos é obrigatória e responsabilidade de inscrição de cada um é da instituição de ensino.  

Quem são os egressos? 

São considerados alunos egressos do bacharelado e licenciatura aqueles que integralizaram 80% ou mais da carga horária mínima do currículo até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade da respectiva edição ou tem previsão de integralização de 100% até julho do ano seguinte.  

Já os egressos de graus tecnólogos são aqueles que integralizaram 75% ou mais da carga horária mínima do currículo até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade da respectiva edição ou tem previsão de integralização de 100% até dezembro do mesmo ano.  

Fique atento! A não inscrição ou não participação do aluno no Exame acarreta penalidades para o estudante, que não obtém seu diploma, e para a IES, que pode receber sansões e impedimentos legais. 

Como funciona a prova? 

Composta por quarenta questões, a prova tem duração de até quatro horas. A avaliação traz exercícios envolvendo situações-problema e estudos de casos e é subdividida em duas partes: 

Formação geral 

São 10 questões (25%), sendo 2 questões discursivas e 8 de múltipla escolha. 

Essa etapa aborda princípios dos Direitos Humanos. As questões discursivas têm como objetivo avaliar aspectos como clareza, coerência, coesão, estratégias argumentativas, utilização de vocabulário adequado e utilização correta da gramática. 

Específica da área 

São 30 questões (75%), sendo 3 discursivas e 27 de múltipla escolha. 

Essa etapa aborda conteúdos programáticos obrigatórios específicos de cada curso e tem como objetivo avaliar o aprendizado e apreensão do aluno sobre esses conceitos e práticas ao longo de sua trajetória acadêmica.  

Os tópicos de avaliação específica de cada área podem ser encontrados nas portarias específicas de cada curso compartilhadas no site do Inep. 

Qual é o modelo de questão Enade? 

Oficialmente não existe nenhuma normativa que aponte para um modelo de questão Enade. No entanto, ano a ano, a prova apresenta as mesmas estruturas e é possível observar que ela mantém forte tendência no que diz respeito estruturas estratégicas 

Os exames apresentam comumente 4 modelos de questões – são elas: complementação simples, complementação múltipla, interpretação e asserção-razão – compostas, por sua vez, de 3 macroestruturas – texto base, enunciado e alternativas. 

Entenda melhor cada uma dessas formatações: 

Complementação simples 

Nesse tipo de item, as alternativas dão continuidade ao texto do enunciado. Tem-se uma informação incompleta que deve ser complementada com o texto de uma das alternativas 

Complementação múltipla 

Esse modelo é composto por três ou quatro afirmações, propostas conforme a situação-estímulo do enunciado.  

Nele o aluno deverá identificar dentre as asserções quais são verdadeiras, partindo, sempre, da análise individual. Nesse caso as alternativas serão dispostas como “I, II e III.” ou “II e III apenas.”, por exemplo.   

Interpretação 

Nesse tipo de item é exigido a efetiva interpretação do aluno perante dados e elementos que são oferecidos no texto base para resolução do enunciado. Faz-se uso de quadros, tabelas e gráficos, por exemplo.   

Asserção-razão 

Esse modelo demanda a análise de relações. Diante de 2 asserções, o aluno deverá analisar cada uma individualmente e comparativamente. Analisa-se a veracidade de cada asserção e, em seguida, o aluno deverá avaliar se há uma relação de causalidade entre elas. 

Como preparar sua IES para o Enade 2020? 

Uma IES bem preparada sabe que um bom desempenho no Enade 2020 depende de ações continuadas ao longo do ano e não às vésperas da prova.  

O sucesso de uma instituição no exame demanda que ela promova engajamento e conscientização dos alunos, envolvimento da equipe administrativa e corpo docente, realização de simulados e produção de diagnósticos para avaliação de desempenho, conteúdos e mapeamento dos alunos envolvidos. 

Para alcançar todas essas etapas do processo de preparação para a prova sem sobrecarregar a equipe administrativa e professores, a automatização desses processos é altamente recomendada.  

Solução Enade, da Saraiva Educação, vai te proporcionar não só um amplo banco de questões originais seguindo o padrão específico do modelo de questão Enade, como também vai fornecer para a gestão previsibilidade e diagnósticos precisos 

A interação pela plataforma também potencializa o engajamento dos alunos, que recebem acesso a uma forma mais leve e dinâmica de interação com os conteúdos. 

Vale ressaltar que a Solução ENADE retroalimenta o processo de aprendizagem dos alunos, pois traz questões elaboradas de acordo com a taxonomia de objetivos educacionais de Bloom – estimulando o pensamento crítico, desenvolvendo habilidades e competências esperadas do egresso.  

Portanto, os itens disponibilizados por meio desta plataforma servem também como validação do desenvolvimento do estudante. 

Quer conhecer melhor a a Solução Enade e preparar a sua IES para alcançar um excelente desempenho no Enade 2020? Cadastre-se gratuitamente para falar com um de nossos especialistas! 

Artigos Relacionados