Conheça 13 ferramentas para sala de aula invertida

Se você deseja trabalhar metodologias ativas em sua IES, não pode deixar de conhecer as ferramentas que vão te auxiliar nesse processo!
Ferramentas para sala de aula invertida: fotografia de uma mulher sorrindo enquanto utiliza o notebook.

As tecnologias digitais oferecem diversas novas formas de desenvolver o processo de ensino-aprendizado. A sala de aula invertida, uma estratégia de ensino inovadora e que se desenvolve muito com a tecnologia, tem como base a inversão do modo tradicional de ensinar.

Neste artigo, falaremos um pouco sobre essa maneira de construir o conhecimento. Além disso, apresentaremos 13 ferramentas para sala de aula invertida, que facilitam a aplicação na sua instituição de educação superior (IES).

O que é a sala de aula invertida?

É uma metodologia de ensino criada nos anos 2000. Nela, a sala de aula deixa de ser um espaço de exposição do conhecimento para se transformar em um ambiente de trocas e dinamicidade.

A sala de aula invertida propõe que o conteúdo a ser aprendido pelos alunos seja estudado em casa. Por outro lado, as atividades — trabalhos, tarefas etc. — são feitos em sala de aula. 

Isso faz com que o estudante assuma uma postura central no seu processo de ensino-aprendizagem, uma vez que se torna responsável pelo próprio aprendizado. Além disso, o professor efetivamente deixa de ser um expositor, tornando-se um mediador.

Por isso, a sala de aula invertida se constitui enquanto uma das principais metodologias ativas em aplicação atualmente.

Em que se baseia a sala de aula invertida?

Atualmente, a sala de aula invertida é uma metodologia que articula espaços online e presenciais. Essa forma de ensino é crescente em todo o mundo e apresenta uma série de vantagens para as instituições e para os estudantes.

Além disso, a sala de aula invertida está associada à aprendizagem invertida. Nessa abordagem pedagógica, a aula expositiva passa da dimensão coletiva (a sala de aula) para a individual. 

Assim, o espaço comum aos alunos pode ser transformado em um ambiente dinâmico e interativo, onde passam a ser realizadas atividades antes desempenhadas individualmente. Discussões sobre o conteúdo, experimentos, projetos… tudo isso é deslocado para o ambiente da sala.

A sala de aula invertida também se baseia nos pilares centrais da aprendizagem invertida.

Quais são os pilares da aprendizagem invertida?

  • Ambiente flexível: a proposta é criar espaços nos quais os estudantes têm liberdade para decidir quando e onde aprendem, o que flexibiliza sua sequência de aprendizagem e contribui para alcançar uma maior personalização do ensino.
  • Cultura de aprendizagem: quando criada, passa a responsabilidade da instrução para o próprio estudante, o que o ajuda a desenvolver sua autonomia.
  • Conteúdo dirigido: o modelo invertido faz com que sejam determinados, com antecedência, quais conceitos e materiais precisam ser ensinados aos alunos e quais eles podem acessar por conta própria, o que otimiza a rotina dos professores e desenvolve a independência estudantil.
  • Educador profissional: o professor pode assumir uma postura mais exigente, mas também passa a ser continuamente demandando pelos estudantes, lidando com feedbacks contínuos e na sala de aula.

Leia também: Saiba o que é e as características da educação dialógica

Quais são as vantagens da sala de aula invertida?

A sala de aula invertida apresenta uma série de vantagens, tanto para professores quanto para alunos. Abaixo, separamos as principais delas.

Para professores:

  • Deixam de ser “o centro das atenções” e se transformam em mentores, auxiliando o estudante no processo de ensino-aprendizagem;
  • Possuem mais liberdade para desenvolver e utilizar recursos didáticos diferenciados;
  • Torna-se mais fácil identificar necessidades específicas de ensino e avaliação, o que melhora o direcionamento das aulas.
  • Há um aumento da produtividade, uma vez que a interação com os alunos é mais frequente.
  • Há uma redução na perda de tempo, já que os estudantes ficam menos dispersos.
  • Possibilita a adoção de diversas outras metodologias ativas no ensino superior.

Para alunos:

  • Tornam-se protagonistas do processo de ensino-aprendizagem.
  • Lidam com um modelo de ensino que se adequa à sua realidade, podendo desenvolver outras atividades e dando maior liberdade para que organizem seus estudos.
  • Ganham mais tempo com o professor para tirar dúvidas, o que auxilia inclusive alunos com dificuldades de aprendizagem.
  • É o aluno quem adequa o professor à sua velocidade, e não o contrário.
  • Estimula o trabalho em equipe, melhorando a relação entre estudantes.

Quais são os desafios da sala de aula invertida e como resolvê-los?

Apesar de ser uma metodologia muito benéfica, a sala de aula invertida não está isenta de desafios. Isso porque é um modelo de ensino muito atrelado à tecnologia e à autonomia dos estudantes. Assim, é preciso estar atento a algumas questões, como:

  • O material didático deve ser disponibilizado com antecedência, o que significa que o professor deve ter uma boa organização no seu plano de curso;
  • Muitos estudantes não possuem acesso à internet em casa, então a Instituição de Ensino Superior deve conseguir suprir essa necessidade (com laboratórios de informática no polo EaD, por exemplo);
  • O estudante pode compreender conceitos de forma errada, e cabe ao professor conseguir avaliar essas questões e corrigi-las;
  • O estudante também deve ter grande disciplina para visualizar os materiais por conta própria, compreender o conteúdo mesmo quando ele parece difícil, etc;
  • O professor deve atender às dúvidas de forma individual na sala de aula, o que pode tomar mais tempo (e, nesse contexto, o tutor EaD pode ajudar muito);

Leia também: Saiba o que é aprendizagem personalizada

Como aplicar a sala de aula invertida?

Para começar a aplicar a metodologia da sala de aula invertida na sua turma ou instituição de ensino, é preciso estar atento a três momentos principais: antes, durante e depois da aula. Cada um deles trará demandas diferentes para professores e alunos e, por isso, devem ser pensados separadamente.

Antes da aula

O momento antes da aula é quando devem ser feitas as preparações para as atividades que serão desenvolvidas. Suponha, por exemplo, que a sua aula acontece duas vezes por semana, às terças e quintas. Isso significa que nos outros cinco dias, os alunos terão acesso ao material disponibilizado, irão separar as suas dúvidas e estarão ativamente construindo conhecimento.

Cabe ao professor, dessa maneira, ter um plano de aula muito bem construído, para que todo o conteúdo seja disponibilizado no momento certo. Também é importante revisá-lo e preparar a aula seguinte com base em possíveis dúvidas.

Durante a aula

Já o momento durante a aula é quando são dados os feedbacks dos alunos acerca dos materiais estudados e dos recursos disponibilizados. É aqui que eles dirão se sentiram muitas dificuldades, se acharam as leituras e demais conteúdos muito difíceis, ou se tudo ocorreu como o planejado pelo professor.

Também é durante a aula que o docente pode realizar atividades práticas relacionadas ao conteúdo estudado. Este é o momento de construir debates e dinâmicas que façam com que os alunos compreendam melhor o que pode ter ficado confuso num momento anterior. E é uma oportunidade de acompanhar o desenvolvimento desses estudantes.

Depois

Quando a aula termina, é hora do professor realizar uma revisão do que foi ensinado e começar a preparar as aulas seguintes. Com base nos feedbacks recebidos, ele pode reavaliar o conteúdo que deixará para os alunos e as atividades dos próximos dias.

Da mesma maneira, cabe ao aluno fazer uma revisão do que foi aprendido durante a aula e compará-la ao que ele mesmo havia aprendido em seus estudos individuais. Assim, garante uma maior aprendizagem e se prepara melhor para as aulas seguintes.

Leia também: Conheça 8 metodologias de ensino inovadoras para sua IES

Quais são as principais ferramentas para sala de aula invertida?

  1. TEDEd
  2. Crash Course
  3. Screencast-o-matic
  4. PowToon
  5. Educreations
  6. Animaker
  7. Canva
  8. Helppier
  9. Saraiva Solução de Aprendizagem (SSA)
  10. Google Forms
  11. Poll Everywhere
  12. Quizlet
  13. Biblioteca Digital Saraiva (BDS)

Conheça melhor 13 ferramentas para sala de aula invertida

A aplicação da sala de aula invertida pode não ser tão fácil ou imediata. Por isso, é importante começar a introduzir a dinâmica invertida de forma leve e gradativa. Além disso, os professores e alunos precisam de tempo para se adaptar às novas rotinas de estudo e para construir uma autonomia eficaz. 

Abaixo, separamos 13 ferramentas para sala de aula invertida. Da sua introdução à turma até a construção de atividades elaboradas, elas com certeza auxiliarão docentes e discentes. E a melhor parte: a maioria das ferramentas são gratuitas!

Para apresentá-las de forma mais organizada, dividimos as ferramentas nas seguintes seções:

  • Para introduzir o conceito de sala de aula invertida
  • Para montar ou criar videoaulas
  • Para aprimorar os slides e as apresentações
  • Para testar os conhecimentos
  • Para tornar a leitura acessível

Vamos lá!

Para introduzir o conceito de sala de aula invertida

Nada melhor do que começar a aplicação dessa metodologia com conteúdos digitais de qualidade, e que podem ser vistos em casa pelos alunos. Para isso, professores podem contar com duas ferramentas centrais:

1. TEDEd

A TEDEd é a primeira das ferramentas para sala de aula invertida. É uma plataforma focada em lições e palestras para estudantes, professores e pais. Embora seja em inglês, seus vídeos em microlearning contam com legendas em português e são abertos para qualquer idade. 

Os conteúdos disponíveis contemplam diferentes disciplinas e possuem abordagens atualizadas. Assim, podem ser usados como complementos às aulas, ou como pontos de partida para atividades mais elaboradas.

2. Crash Course

Os cursos do Crash Course são ministrados no Youtube, em inglês. No entanto, são muito completos e também abrangem diferentes temas. Feitos de forma interativa e dinâmica, se propõem a responder mesmo as questões mais complexas, o que faz com que sejam ótimos complementos educacionais.

A legendagem desses vídeos ficaria a cargo dos professores. Contudo, é um conteúdo rico e que estimula a pesquisa aprofundada de temas.

Para montar ou criar videoaulas

Uma dificuldade comum na transição para a sala de aula invertida é construir o conteúdo que será estudado pelos alunos em casa. Para isso, professores podem contar com livros, vídeos, áudio e uma série de plataformas. 

Dessas abordagens, uma das mais comuns é disponibilizar aulas pré-gravadas, que devem ser assistidas e pareadas com materiais extras, como artigos e textos acadêmicos. Por isso, abaixo, apresentamos as principais ferramentas para ajudar docentes nesse processo.

Lembrando, entretanto, que você pode também aplicar a sala de aula invertida com materiais tradicionais (como livros da biblioteca) ou optar também por conteúdos EaD prontos para aquisição.

3. Screencast-o-matic

O Screencast-o-matic é uma plataforma gratuita de gravação e edição de vídeos, e mais uma das ferramentas para sala de aula invertida. Na sua versão mais básica e sem custos, permite criar um vídeo de até 15 minutos e colocá-lo no Youtube. 

Além disso, oferece uma série de ferramentas e informações durante a gravação, o que guia o professor no seu processo de exposição.

4. PowToon

O PowToon é uma ferramenta que permite criar vídeos animados de forma gratuita. Ele melhora a dinâmica de apresentações, tornando o conteúdo mais atrativo. Apesar de ser em inglês, a plataforma é intuitiva e não exige conhecimentos prévios em animação.

5. Educreations

O Educreations é um aplicativo exclusivo para Ipads e também pode ser utilizado como uma das ferramentas para sala de aula invertida. Ele transforma a tela em um quadro digital gravável, o que permite a criação de uma sala de aula completamente virtual. Além disso, possibilita o uso de texto e imagens durante uma explicação. 

6. Animaker

Com uma proposta semelhante ao PowToon, o Animaker é uma plataforma online de criação “faça-você-mesmo” de vídeos animados. Também é bastante intuitiva e a construção dos desenhos pode ser personalizada de várias maneiras. Na sua versão gratuita, possibilita o download de até cinco vídeos mensais.

Leita também: Conheça 10 ferramentas para dar aula online

Para aprimorar os slides e as apresentações

Também existem vários recursos virtuais para transformar as apresentações dos professores. É hora de abandonar o retroprojetor e descobrir formas mais atrativas de mostrar o conteúdo aos alunos!

Confira, a seguir, algumas ferramentas para sala de aula invertida que auxiliam neste processo.

7. Canva

O Canva é uma plataforma já bastante conhecida, que permite a criação de diferentes formatos (imagens, slides, folhetos etc.) com um design aprimorado. A versão gratuita é bastante completa, oferecendo diferentes templates, imagens, animações e ferramentas úteis para a criação de slides mais atrativos para os alunos.

8. Helppier

A Helppier é uma plataforma focada em UX que possibilita criar guias interativos, tutoriais e mensagens contextuais. Possui um teste gratuito de 14 dias, podendo ser usado por professores para construir uma linha do tempo do curso, estruturar materiais, etc.

Para gerenciar a aprendizagem

Uma vez que os estudantes são os principais responsáveis pela aprendizagem, é preciso auxiliá-los nesse processo. Para isso, existem diversas ferramentas online que possibilitam a construção de exercícios e fóruns de diálogo. 

9. Saraiva Solução de Aprendizagem (SSA)

A Saraiva Solução de Aprendizagem, também conhecida como SSA, é uma plataforma digital com atividades de apoio à leitura, estudo e aprendizagem. Possui diversos conteúdos alinhados às Diretrizes Curriculares Nacionais de cada curso, e também vários recursos de comunicação entre alunos e professores.

Através dela, é possível gerenciar a aplicação de questões virtuais aos alunos, obter acesso a um acervo de livros digitais e também um kit de livros físicos.

Leia também: Ferramentas síncronas e assíncronas no ensino superior: entenda a diferença

Para testar os conhecimentos

A sala de aula invertida também possibilita a criação de diferentes metodologias de avaliação online e presencial. De acordo com os objetivos de aprendizagem de cada módulo ou turma, o professor pode definir como avaliá-la. Abaixo, separamos algumas ferramentas para sala de aula invertida que contribuem para essa tarefa.

10. Google Forms

Gratuito, de fácil acesso e com uma enorme facilidade para verificar respostas e entradas, o Google Forms é uma ferramenta de testagem bastante inteligente. Embora esse não seja o seu objetivo inicial, ela pode contribuir para a análise individual dos alunos e ainda oferece um panorama de toda a turma, indicando pontos comuns de dificuldade.

11. Poll Everywhere

A ferramenta Poll Everywhere permite a criação de reuniões interativas e a adição de atividades em apresentações já existentes. É ótima para acompanhar o desenvolvimento dos estudantes e testar conhecimentos durante as aulas, de forma dinâmica e divertida.

12. Quizlet

A Quizlet é uma plataforma de criação de quizzes online e gratuita. Ela possibilita, além de maior testagem dos alunos, a aplicação de outras metodologias ativas, como a gamificação na educação. Com isso, os estudantes interagem melhor com os conteúdos aprendidos e se sentem motivados a continuar realizando as atividades.

Para tornar a leitura acessível

Apesar de todos os benefícios da multimídia e hipermídia na educação, uma coisa é certa: a leitura será sempre uma das principais formas de se aprender. É um recurso realmente indispensável em qualquer instituição de ensino.

Com o desenvolvimento tecnológico, os livros tornam-se bem mais acessíveis a partir da leitura digital. É importante, portanto, contar com soluções que garantam esse recurso indispensável para a educação superior.

13. Biblioteca Digital Saraiva (BDS)

A Biblioteca Digital Saraiva, também conhecida como BDS, é uma plataforma virtual com um dos melhores acervos de livros digitais para o ensino superior. Ao adotá-la, você garante que os alunos tenham acesso fácil a uma vasta bibliografia, para estudar antes do encontro com a turma e aplicar, assim, a sala de aula invertida.

Vamos explicar em mais detalhes, a seguir, como a BDS funciona.

Você já conhece a Biblioteca Digital Saraiva?

Para construir uma sala de aula invertida e eficaz, uma das ferramentas mais úteis disponíveis no mercado são as bibliotecas digitais. Feitas para facilitar o acesso a materiais de qualidade, a qualquer momento e em qualquer lugar, elas podem funcionar como uma valiosa fonte de estudo para os alunos.

Pensando nisso, a Saraiva desenvolveu a Biblioteca Digital Saraiva. Com obras selecionadas, ela pode ser integrada ao ambiente virtual de aprendizagem (AVA) da instituição e conta com diversas vantagens.

Como a Biblioteca Digital Saraiva funciona?

De modo geral, a BDS funciona como uma biblioteca comum: os alunos da IES têm acesso a livros digitais e podem realizar sua leitura pelo computador ou através de dispositivos móveis. Esses livros ficam disponíveis a qualquer momento, e a plataforma da BDS conta com ferramentas que permitem fazer anotações e marcações.

O acervo de livros é pensado de modo a complementar a bibliografia básica de cada área de ensino. São mais de 2.800 livros disponíveis e atualizados constantemente, garantindo-se assim que eles continuem relevantes para as áreas a que são destinados.

Quais são os benefícios da BDS?

Além de ser pensada para se integrar aos planos de ensino de cada curso, a Biblioteca Digital Saraiva oferece uma série de outros benefícios. Dentre eles, destacamos:

  • maior eficiência nos processos pedagógicos;
  • redução de custos com a manutenção de livros físicos;
  • redução de problemas logísticos, como a indisponibilidade dos exemplares e de pessoal;
  • otimização do tempo do professor;
  • promoção do acesso a materiais de qualidade de forma simplificada;
  • equipe de suporte disponível.

Além disso, a BDS também tem uma série de vantagens no sentido de facilitar o acesso aos seus materiais. Por isso, possibilita:

  • redimensionamento da página;
  • navegação diretamente pelos capítulos dos livros;
  • mudança no tamanho e cor das letras;
  • fazer marcações e notas nas obras.

Por fim, a BDS ajuda a instituição de ensino a cumprir as exigências dos órgãos governamentais, melhorando os resultados da instituição na avaliação do MEC. Isso também contribui para construir uma melhor reputação para a IES.

Leia também: Saiba quais são os critérios analisados na avaliação de bibliotecas pelo MEC

Como a BDS auxilia na sala de aula invertida?

Como dissemos, a sala de aula invertida parte do princípio de que o aluno está no centro do seu processo de ensino-aprendizagem. Por isso, a absorção dos conteúdos e conceitos é feita em casa, enquanto o ambiente estudantil é utilizado como um espaço dinâmico de debates.

Nesse sentido, uma das alternativas para professores deve ser a recomendação de leituras da bibliografia básica e de materiais extras. Esse processo ajuda na absorção dos conteúdos e prepara os alunos para lidar com situações diversas. Além disso, incentiva a leitura no ensino superior.

A Biblioteca Digital Saraiva é, portanto, uma ótima solução para instituições que utilizam o modelo de sala de aula invertida. Ao possibilitar o acesso facilitado aos materiais, ela estimula a autonomia dos estudantes, o seu engajamento e a personalização do ensino.

Mais do que isso, a BDS também promove uma maior otimização do tempo de aula. Afinal, os alunos podem ter acesso aos materiais de que precisam com facilidade, o que deixa mais tempo para os debates e dúvidas. 

A importância de uma estratégia de ensino como a sala de aula invertida é inegável. As suas vantagens são visíveis, sobretudo quando tratamos de alunos com rotinas apertadas e que precisam de uma maior flexibilização do ensino. E com a Biblioteca Digital Saraiva, os benefícios podem ser ainda maiores.

Agora que você já está familiarizado com todas as ferramentas para sala de aula invertida, clique aqui e conheça melhor a Biblioteca Digital Saraiva. Um especialista estará pronto para explicar todas as vantagens dessa solução e tirar todas as suas dúvidas!

Você também pode gostar

Curso de Direito EaD?
A Saraiva Educação preparou várias trilhas de aprendizado explicar como implementar na sua IES.

Artigos em destaque

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!

Deseja manter-se sempre atualizado? Receba quinzenalmente uma seleção de materiais sobre a educação superior — é só informar seu melhor endereço de e-mail!