O que é CPA: três pessoas reunidas e conversando enquanto olham para informações em um notebook.

Afinal, o que é CPA? Tire suas dúvidas sobre a Comissão Própria de Avaliação

As avaliações dentro de uma IES são muito importantes para que a instituição melhore os seus resultados perante os alunos, profissionais e até mesmo a visibilidade no mercado. 

Além de avaliações pedagógicas, é necessário entender também os processos administrativos da instituição, buscando melhorias constantes para toda a comunidade acadêmica. Mas você sabe como fazer isso?

Para te ajudar, no artigo a seguir vamos falar sobre o que é CPA, como ela é composta e quais são as suas funções. Continue a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto.

O que é CPA?

Você sabe o que é CPA? A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é um grupo necessário em qualquer instituição de educação superior no Brasil e que tem como objetivo aplicar uma avaliação interna na organização.

Foi em 2004, a partir da Lei Federal nº 10.861/04, que o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) foi instituído, tornando obrigatória a existência de uma comissão dentro das instituições para entenderem como anda a parte administrativa e pedagógica.

Os resultados gerados pela CPA são muito importantes para o processo de reconhecimento de cursos pelo Ministério da Educação (MEC).

Quais são as funções da Comissão Própria de Avaliação?

Uma CPA tem como objetivo aplicar as avaliações, garantindo que elas sejam efetivas para a instituição e realmente tragam resultados claros que possam gerar melhorias e mudanças na IES. Confira as funções de uma Comissão Própria de Avaliação dentro da IES:

  • Avaliar qual tem sido o desempenho da instituição em relação aos processos educativos e se eles tem sido realmente efetivos;
  • Avaliar também os processos administrativos;
  • Pensar em estratégias de melhorias a partir dos resultados obtidos;
  • Preparar avaliações que gerem participação e garantam dados efetivos;
  • Fazer com que as avaliações sejam constantes na IES.

Como formar uma CPA na sua IES?

Uma CPA precisa ser composta por diversos colaboradores da IES, dos mais variados setores, incluindo também alunos, para que a avaliação seja completa, envolvendo todos que fazem parte da comunidade acadêmica e assim fazendo com que se tenha uma visão mais abrangente.

Como estruturar o passo a passo da avaliação?

Agora que você já sabe o que é CPA e quem deve compor essa Comissão, vamos te mostrar como esse trabalho pode ser organizado.

1. Defina as pessoas

Escolha quem serão os representantes de cada setor que precisa estar presente na comissão, dentre professores, alunos, colaboradores operacionais e administrativos.

2. Determine os processos

Com a comissão montada, é hora de todos definirem como será a coleta de dados. Como a avaliação será feita: por meio de questionário online? Perguntas abertas? É nesse momento que, também, é necessário estabelecer como será a elaboração dos relatórios.

A comissão pode ser dividida com pessoas que ficarão responsáveis pela primeira parte da coleta dos dados e outras que ficarão com os relatórios.

3. Distribua a avaliação

Depois de determinar os processos e montar a avaliação, é preciso distribuí-la. Se for um questionário online, por exemplo, organize o dia e horário em que ele será liberado para a comunidade acadêmica e estabeleça o prazo de finalização. Assim que acabar, colete os dados.

4. Elabore os relatórios

Com os resultados coletados, é preciso montar relatórios com as respostas e encaminhá-los a todos da comissão, para estudar estratégias que podem ser colocadas em prática. É importante também compartilhar com pessoas que fazem parte da equipe de gestão, como coordenadores e diretores.

5. Coloque em prática

Após a elaboração dos relatórios, você terá em mãos uma grande ferramenta para melhorar o desempenho da sua IES. Faça um planejamento acerca do que precisa ser melhorado e colocado em prática, estabeleça prazos, estude a questão financeira. Assim, isso não irá se perder.

O que é avaliado pela CPA?

Ao montar a avaliação, a comissão deve se atentar a pontos que precisam ser abordados no questionário que são determinados pelo SINAES. Os eixos avaliativos são:

  1. Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional
  2. Políticas para o Ensino, Pesquisa e Extensão
  3. Responsabilidade Social
  4. Comunicação com a Sociedade
  5. Políticas de Pessoal
  6. Organização e Gestão da Instituição
  7. Infraestrutura Física
  8. Planejamento e Avaliação
  9. Políticas de Atendimento ao Estudante
  10. Sustentabilidade Financeira

Quais são as vantagens da CPA para a IES?

Mesmo a Comissão Própria de Avaliação sendo uma exigência do MEC, essa é uma iniciativa que pode trazer diversos benefícios para a IES. Veja!

Identificar problemas

Com os relatórios gerados pela avaliação, é possível identificar problemas que estão ocorrendo na IES. Com a CPA os gargalos são apontados de forma mais ágil e assertiva, fazendo com que as soluções sejam encontradas rapidamente.

Avaliar novas oportunidades

Com a avaliação produzida pela CPA, você poderá descobrir e analisar novas oportunidades para a IES. Isso porque será possível entender o que cada segmento da comunidade acadêmica tem buscado, o que os alunos e colaboradores estão abertos para receber e o que não faz mais sentido para eles.

Aumentar visibilidade da Instituição

Com todos os pontos citados acima, os resultados da IES irão melhorar, fazendo com que ela cresça e se desenvolva e, assim, ganhe mais visibilidade no mercado. 

Esperamos que você tenha entendido melhor sobre o que é CPA e sua importância para a instituição de educação superior. Entenda mais sobre os processos avaliativos do MEC em nosso guia completo!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *