O que mudou no Enade: fotografia de estudantes universitários realizando uma prova.

Entenda o que mudou no Enade 2020 e 2021

A pandemia causada pelo covid-19 tem resultado em algumas modificações no Ensino Superior. Uma delas foi a alteração no cronograma do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2020. O Exame, que serve como balizador do Ministério da Educação (MEC) e atribui notas aos cursos das Instituições de Ensino Superior (IES) do país, é obrigatório para estudantes que estão concluindo a graduação.

Previsto para novembro do ano passado, o Enade 2020 foi adiado e estava, até então, sem data exata para realização. Porém, no dia 8 de julho de 2021, foi publicada a Portaria MEC nº 494, que informou a nova data de realização do exame: 14 de novembro de 2021.

Entender, de fato, o que mudou no Enade com o adiamento da última edição é fundamental para conseguir se preparar bem para este Exame e assim obter um bom resultado.
How to gain weight quickly with weight training magnum test plex 300 ankle strap in bodybuilding: top 5 lower body exercises.
Se você ainda está um pouco perdido e receoso com esse adiamento, este artigo foi feito para você. Nele te contamos todas as mudanças e ainda te explicamos como aproveitar esse adiamento. Para conferir este conteúdo basta seguir na leitura!

O que mudou no Enade em função da pandemia?

A mudança central que ocorreu no Enade em função da pandemia foi o adiamento das provas referentes ao Ano II do Ciclo Avaliativo. Elas estavam previstas para 2020, mas foram adiadas em função da crise sanitária.

Veja, abaixo, quais cursos serão avaliados agora no Enade 2021, assim como os alunos que deverão prestar o exame.

Quais serão os cursos avaliados em 2021?

O ciclo avaliativo do ano II representa um total de 30 áreas, com a participação de cerca de 470 mil estudantes concluintes. Os cursos avaliados serão: 

Licenciaturas: Bacharelados: Cursos Superiores de Tecnologias:
Artes Visuais; 

Ciência da Computação; 

Ciências Biológicas; 

Ciências Sociais; 

Educação Física; 

Filosofia; 

Física; 

Geografia; 

História; 

Letras – Inglês; 

Letras – Português;

Letras – Português e Espanhol; 

Letras – Português e Inglês; 

Matemática; 

Música; 

Pedagogia; e 

Química; 

Artes Visuais; 

Ciência da Computação; 

Ciências Biológicas; 

Ciências Sociais; 

Educação Física; 

Filosofia; 

Física; 

Geografia; 

História; 

Letras – Inglês; 

Letras – Português;

Letras – Português e Espanhol; 

Letras – Português e Inglês; 

Matemática; 

Música; 

Pedagogia; e 

Química; 

Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas; 

Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação; e 

Tecnologia em Redes de Computadores.

As áreas vinculadas a cada ano do ciclo avaliativo estão definidas no art. 40 da Portaria MEC n.º 840/2018.

Quem deve fazer o Enade 2021?

Devem realizar o Enade 2021 os alunos dos cursos avaliados nesta edição (conferir tabela acima) que tenham:

  • integralizado 80% ou mais da carga horária mínima do currículo, no caso de bacharelados e licenciaturas, e não tenham colado grau até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade 2021, ou aqueles com previsão de integralização de 100% da carga horária do curso até julho de 2022;
  • integralizado 75% ou mais da carga horária mínima do currículo, no caso de Cursos Superiores de Tecnologia, e não tenham colado grau até o último dia do período de retificação de inscrições do Enade 2021, ou aqueles com previsão de integralização de 100% da carga horária do curso até julho de 2022;

Essas informações foram retiradas da Portaria MEC nº 494, de 8 de julho de 2020, conforme seu art. 7º. Os alunos ingressantes nesse curso também devem ser inscritos no Exame pela IES, mas podem ser dispensados da realização da prova.

O exame Enade 2021 é uma prorrogação da edição de 2020, em função da pandemia do covid-19. Isso pode causar certa confusão quanto aos alunos habilitados para realizar a prova, mas a Portaria MEC nº 494 sanou essas dúvidas.

De forma simples: devem realizar o Enade 2021 os alunos concluintes no ano de 2021, ou que tenham previsão de integralizar o curso até julho de 2022.

Os alunos concluintes no ano de 2020, que iriam realizar a prova se a pandemia não tivesse ocorrido, estão dispensados do Enade 2021, nos termos do art. 15, parágrafo único da Portaria MEC nº 494.

Por que é importante entender os impactos das mudanças do Enade?

Entender o que mudou no Enade 2020 é substancial, já que a nota neste Exame é de extrema importância para a IES. Com um bom resultado, a instituição pode mostrar que é referência de ensino e, consequentemente, melhorar a entrada de novos estudantes.

Além disso, obter um bom resultado no Enade também é muito relevante para os estudantes, já que essa nota estará marcada no histórico e, para além disso, ter uma boa nota significa que o estudante está preparado para o mercado de trabalho.

Por tudo isso é muito importante que a IES se prepare bem para o Enade e consiga passar aos estudantes a urgência e necessidade de se preparar para ele.

Ainda que esse adiamento tenha pegado alguns gestores das IES de surpresa, há a possibilidade de se tirar proveito disso. 

A seguir vamos te mostrar algumas vantagens que esse adiamento do Enade para 2021 e 2022 podem trazer à sua IES.

Como aproveitar o adiamento do Enade 2020?

A edição de 2020 do Enade foi adiada para 14 de novembro de 2021, como comentamos anteriormente.

Mas a mudança do Enade significa que os esforços com preparação de docentes e discentes está perdido? A resposta é: não!

A pandemia do novo Coronavírus deixou todo o país de cabeça para baixo, por isso, faz muito sentido que esse adiamento aconteça e ele irá, inclusive, beneficiar sua IES.

Como? Simples: você, como gestor, terá mais tempo para pensar em campanhas e palestras, de modo online, que conscientizem ainda mais os docentes e os estudantes sobre para que serve o Enade e a importância de se obter um bom resultado. 

O adiamento do Enade significa, na prática, que sua IES ganhará mais tempo para se preparar para essa prova tão importante.

Porém, você não pode se descuidar. Como haverá um novo Enade, haverá também um novo edital com as especificações sobre nova data de aplicação e o grupo de alunos que deverá prestar o Exame. 

Portanto, sugerimos, como dica, que você fique bem atento ao site do Inep e às atualizações sobre o Enade, para não perder nenhum prazo e comprometer todo o trabalho de preparação que você e sua equipe têm trabalhado. 

Afinal, qual a importância do Enade?

A nota obtida no Enade é uma espécie de divisor de águas. É a partir desse resultado que você conseguirá balizar se o ensino oferecido em sua IES tem atendido ou não às necessidades de aprendizagem e o que precisar fazer, caso seja necessário, para melhorar a qualidade de determinado curso.

Todas as estratégias pedagógicas e de estruturação de cursos serão pensadas para alcançar um resultado satisfatório neste Exame, que é uma espécie de espelho do que o mercado de trabalho espera de recém-graduados. 

Por isso tudo isso a nota no Enade é de extrema importância para toda a comunidade acadêmica. Já a partir da análise das notas e da verificação de deficiências em determinadas habilidades e competências é possível reformular todo o curso, levando em conta as particularidades de cada área. 

A nota no Enade servirá também como parâmetro de qualidade de sua instituição, fazendo com que os estudantes se interessem ou não por iniciar um curso que a sua IES oferece e permanecer nele.

Portanto, não há como negligenciar a prova do Enade. Ao contrário: é preciso levar em consideração que sua nota é fundamental para pensar em estratégias pedagógicas que melhorem o curso e o desenvolvimento dos estudantes de modo acadêmico e pessoal, transformando-os em indivíduos preparados para a vida profissional e para lidar com a diversidade.

Nesse sentido, as metodologias pedagógicas são pensadas não só para melhorar a nota nesse Exame, mas também para aperfeiçoar o curso, tornando a graduação mais prática.

E como posso obter uma boa nota no Enade?

Bom, após entender o que mudou no Enade 2020 e ainda a sua imensa importância, uma dúvida deve estar rondando você: como posso obter uma boa nota no Enade. 

A seguir, separamos algumas das principais estratégias que realmente funcionam para que você consiga pensar em um planejamento voltado a preparar a sua IES para obter um bom resultado no Enade. São elas:

  • criar provas elaboradas no estilo Enade para cada disciplina;
  • entender a realidade individual dos estudantes e, assim, verificar quais são os desafios e por que eles aparecem;
  • levar em consideração o feedback dos professores;
  • mostrar aos alunos novos que as provas devem ser um reflexo da realidade, e que, por isso, é necessário abrir a sua mente para entender a interdisciplinaridade;

Uma dica pertinente é contar com plataformas online que oferecem simulados com questões inéditas nos moldes do Enade. Essa estratégia é muito interessante e faz todo sentido para a otimização de tempo dos professores de sua IES.

Esperamos que você tenha entendido o que mudou no Enade 2020 e como isso pode ser positivo para a sua IES. Aproveite para acessar a ferramenta resultado Enade e conferir a nota de sua instituição e dos concorrentes na última edição do Exame!

3 respostas
  1. Luci Panucci
    Luci Panucci says:

    Amei o material… estou coordenadora no Curso de Pedagogia da Faculdades Integradas Urubupungá FIU
    Munícipio de Pereira Barreto
    Posso usar alguns dos vídeos para nossos alunos?
    Gratidão

    Responder
    • Saraiva Educação
      Saraiva Educação says:

      Olá, Luci! Tudo bem?

      Que bom que gostou do nosso conteúdo. Sinta-se à vontade para compartilhar os vídeos 🙂

      Abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *