Plataforma de ensino superior: fotografia de um aluno estudando com um notebook.

Como escolher uma plataforma de ensino superior?

Com uma série de recursos de ensino, uma plataforma de ensino superior facilita e dá suporte ao trabalho de professores, promove novas possibilidades de aprendizagem e amplia o engajamento de estudantes. 

Esse tipo de ferramenta reúne diversas funcionalidades, como conteúdos interativos, atividades de aula e bancos de questões, além de bibliotecas virtuais com livros e textos base e complementares às ementas de disciplinas de diferentes cursos. 

Muitas vezes, dá ainda suporte pedagógico para docentes, organizando informações e relatórios sobre o desempenho dos alunos. Essa soma de recursos amplia ainda as possibilidades de melhor qualificação da Instituição de Ensino Superior (IES) em índices de avaliação do Ministério da Educação (MEC).

Entre diferentes recursos, conteúdos, atributos técnicos e de segurança, é importante olhar com cuidado para as diferentes marcas disponíveis no mercado. Neste artigo apresentamos alguns pontos que você deve levar em consideração ao escolher uma plataforma de ensino superior. Confira!

1. Reconhecimento do fornecedor no mercado 

Para garantir qualidade dos conteúdos e atividades produzidos para a plataforma de ensino superior, com uma boa usabilidade e renovação constante e atenta às demandas do mercado, a principal dica é atenção ao reconhecimento da marca. 

Avalie a percepção de outros clientes, pergunte sobre o atendimento e a credibilidade do fornecedor e procure conhecer os profissionais que estão por trás da estrutura e manutenção das plataformas.

2. Recursos oferecidos

Uma plataforma de ensino superior pode trazer diferentes funcionalidades e recursos. Como existem opções diversas no mercado, é importante entender quais são as demandas da sua instituição e se a ferramenta atende bem ao seu perfil. 

É interessante que ela possua, por exemplo, uma boa estrutura de apoio para a preparação de aulas e de acompanhamento dos alunos. Isso se dá por meio de trilhas de aprendizagem para os alunos e dos dados de desempenho fornecidos para o professor.

Outro recurso que algumas plataformas oferecem de modo integrado são as bibliotecas digitais. Exigidas pelo MEC, são espaços que disponibilizam coleções de obras digitais e que respondem à necessidade de melhor acesso a acervos para alunos e professores. 

Ao optar por uma plataforma que já ofereça esse serviço, é interessante observar a qualidade das obras e se são selecionadas adequadamente para os diferentes cursos da IES, de acordo com a matriz curricular.

Leia também: quais são as principais vantagens da utilização da plataforma como ambiente de aprendizagem?

3. Usabilidade 

Durante a pandemia de Covid-19, uma das grandes dificuldades entre professores e alunos foi a adaptação às plataformas de ensino superior das IES, em função de limitações técnicas e processuais. 

É importante que esse tipo de ferramenta potencialize as possibilidades do ensino e facilite a interação entre discentes e docentes. Para isso, o conteúdo abordado não pode ser um obstáculo. A plataforma deve ser intuitiva, fluida com uma navegação simples, direta e que possa ser facilmente compreendida pelos usuários.

Uma opção interessante é solicitar do fornecedor uma demonstração completa sobre a plataforma, em que seja apresentada a navegação por todos os espaços e recursos oferecidos.

4. Apoio de uma equipe especializada de atendimento

Considerando os diferentes recursos e atributos técnicos de uma plataforma de ensino superior, é importante buscar um fornecedor que ofereça uma equipe especializada para atendimento, que possa responder dúvidas e providenciar reparos, manutenções e soluções adequadas à IES.

5. Segurança

Uma plataforma de ensino superior armazena uma série de dados e conteúdos sensíveis relacionados à equipe administrativa e de docentes da instituição e do corpo de alunos, que devem ser mantidos sigilosos. 

Por isso, é importante que esses sistemas contem com configurações de controle e segurança que garantam o sigilo desse tipo de informação. 

No diálogo com potenciais fornecedores, pergunte sobre esse tipo de atributo e, se possível, peça a presença de especialistas da própria IES para uma avaliação mais sofisticada.

Leia também: tudo o que você precisa saber sobre a plataforma digital de aprendizagem

6. Conteúdo

Entre diferentes plataformas de aprendizagem, algumas disponibilizam um conjunto estruturado de informações e atividades de aprendizagem próprios para as ementas dos cursos, em ambiente virtual. Assim, podem funcionar como ferramentas de apoio à leitura, estudo e aprendizagem. 

Esse tipo de conteúdo é fonte de recursos para uso nas aulas, o que gera ganho de tempo para os educadores: é uma forma de liberar o professor de algumas tarefas. 

Também flexibilizam as dinâmicas de sala de aula, dão aporte para professores em diversas ações e servem como base de aprendizado para competências entre os estudantes. É importante verificar se o fornecedor trabalha com esse tipo de serviço e, mais que isso, a qualidade e estrutura de produção dessas atividades e recursos de ensino.

7. Inovação

Por fim, sabemos que a área de educação está em constante avanço, assim como as demandas relacionadas a serviços tecnológicos. Por isso, ao contratar uma plataforma de ensino superior, observe se a empresa fornecedora está antenada a novas tendências no campo da educação e disposta a transformar seus produtos e serviços. 

É importante que esse tipo de ferramenta avance e acompanhe novos interesses e usos do público. Pergunte sobre as inovações e perspectivas para a plataforma.

Agora que você já sabe como escolher a plataforma de ensino superior ideal, aproveite para conferir algumas opções de ferramentas para a sua IES!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *