Saiba o que é aprendizagem personalizada

O que é aprendizagem personalizada: fotografia de um trio de alunos universitários fazendo atividades em sala de aula.
Entenda melhor o que é a aprendizagem personalizada, saiba quais são os seus benefícios para alunos e docentes e veja como desenvolvê-la em sua instituição de educação superior (IES)

Compartilhe este artigo

Com as diversas mudanças que estão acontecendo no universo da educação, o modelo tradicional de ensino vem sendo questionado pelos seus resultados não tão eficazes ao longo dos anos e por ignorar a diversidade. 

A forma como a geração atual pensa e aprende é diferente, por isso, novas práticas pedagógicas estão sendo utilizadas nas escolas e nas instituições de educação superior (IES). A aprendizagem personalizada é uma delas! 

Neste artigo vamos te explicar melhor o que é aprendizagem personalizada e quais são os benefícios dessa metodologia para a sua IES. Não deixe de ler!

O que é aprendizagem personalizada?

A aprendizagem personalizada é uma metodologia pedagógica que, por meio de diversas estratégias, foca nas necessidades, dificuldades e interesses de cada estudante, produzindo assim um ensino mais individual e menos amplo. Essa prática considera o conteúdo, as formas de aprender e o ritmo dos alunos.

Esse conceito foi criado na década de 70 pelo pedagogo Victor Garcia Hoz, que afirmava a importância de o estudante ter independência. Por isso, seria necessária a criação de planos de aula personalizados para encaixar no perfil de cada um.

A personalização do ensino faz com que o estudante tenha mais autonomia sobre o seu processo de aprendizagem. Assim, ele se sente mais motivado, entende os objetivos do que é proposto e se engaja no processo. 

Quais são os seus benefícios?

A aprendizagem personalizada apresenta diversos benefícios para os alunos, professores e instituições. A educação como um todo melhora com a aplicação dessa metodologia. 

Então, agora que você já entendeu o que é aprendizagem personalizada, separamos as principais vantagens de colocá-la em prática na sua IES. Confira!

1. Aumenta o engajamento

O engajamento dos estudantes é um ponto muito relevante que a aprendizagem personalizada consegue ajudar. Como essa metodologia entrega os conteúdos certos e da maneira exata para cada aluno, é bem provável que o envolvimento deles com a disciplina melhore. 

Um aluno que gosta de aprender vendo vídeos, mas acaba tendo que ler muitos textos, fica desanimado e tende a não se estimular tanto com a matéria. Mas se ele consegue ter acesso ao conteúdo em vídeo, com certeza irá ficar mais animado para estudar. Afinal, assim tem mais chances de compreender melhor a matéria que está sendo ensinada e de se sentir entusiasmado para aprender!

2. Dá mais autonomia

Com a aprendizagem personalizada o aluno terá mais autonomia para fazer escolhas no seu processo de ensino. Isso é muito importante para que ele tenha domínio sobre o que será ensinado e sobre a forma como o conteúdo será passado. 

Se ele pode escolher o formato do conteúdo que vai estudar, por exemplo, ou até mesmo se ele pode avançar no conteúdo tendo materiais complementares, sem ter que esperar chegar na sala de aula para ver a matéria, ele alcança maior autonomia em seu processo de aprendizagem.

3. Melhora a qualidade do ensino

Aplicando a aprendizagem personalizada em sua IES, você dá mais um passo na melhoria da qualidade do ensino. Afinal, os alunos irão aprender com mais facilidade e também conseguirão identificar mais rápido os assuntos que estão com dificuldade. 

Dessa forma, os professores podem explorar melhor os conteúdos de sua disciplina e serem mais assertivos na hora de ajudar os estudantes, tirando suas dúvidas e fazendo com que eles não saiam com uma formação incompleta.

Como colocar a aprendizagem personalizada em prática?

Mas, afinal, como colocar a aprendizagem personalizada em prática na IES? Vamos te mostrar alguns pontos que podem ser aplicados na sua instituição para começar a ter um ensino personalizado.

Investir em tecnologia

Sabemos que dentro das salas de aula, na maioria das vezes temos um número grande de alunos e fica difícil distribuir em grupos menores por logística de horário, corpo docente e até mesmo por falta de salas.

Por conta dessa quantidade, é importante contar com a ajuda da tecnologia para colocar a aprendizagem personalizada em prática. As ferramentas e plataformas adequadas ajudarão na automatização da análise do perfil de cada aluno, além de examinar dados de forma mais precisa, auxiliando os docentes a pensar em estratégias efetivas para os alunos e para a distribuição dos conteúdos de forma correta.

Propor diversas estratégias didáticas

Como estamos vendo ao longo do texto, cada ser humano tem um jeito diferente de aprender e a aprendizagem personalizada surge para ajudar nessa questão. Propor algumas estratégias didáticas para que o aluno consiga escolher aquela que ele quer seguir já é um passo para a aplicação da metodologia.

Depois, é possível separar os alunos em grupos e aplicar atividades específicas de acordo com o que foi escolhido. Por exemplo, se alguns alunos preferem trabalhar com textos e outros com vídeos, você pode juntá-los e propor algum trabalho ou projeto, indicando artigos para um grupo e filmes para outro.

Treinar os professores

Os professores são parte fundamental no processo de ensino e precisam entender a importância da proposta de ter uma aprendizagem personalizada. Investir em treinamentos, cursos, eventos que abordem o assunto e ajudem eles a se adaptar a essa nova realidade faz com que fiquem engajados e alinhados com os planos da IES.

Ter feedbacks e avaliações constantes

Para aplicar a aprendizagem personalizada, é muito importante escutar os alunos, entender o que está sendo efetivo ou não no seu processo. Por isso, não deixe de avaliar os estudantes de diversas maneiras diferentes para ver o que funciona ou não e pedir feedbacks para que eles digam o que estão achando, sentindo falta e deem sugestões. 

É a partir daí que é possível pensar em novas práticas pedagógicas, conteúdos, mídias e ferramentas adaptadas às necessidade do aluno.

Qual a relação da aprendizagem personalizada com as metodologias ativas?

A aprendizagem personalizada e as metodologias ativas são duas práticas muito importantes para a IES e que se relacionam. 

As metodologias ativas colocam o aluno como centro do seu próprio aprendizado, fazendo com que ele participe e seja mais responsável pelo processo, se tornando mais autônomo e participativo. Assim, o aluno terá um ambiente mais flexível e aberto a escolhas, interação e colaboração, conseguindo definir melhor a forma como terá contato com o conteúdo.

Ou seja, as metodologias ativas são muito importantes para a aplicação de um ensino personalizado. Essas duas estratégias devem ser colocadas em prática juntas, melhorando os resultados da sua IES!

Esperamos que você tenha entendido o que é aprendizagem personalizada e que não deixe de colocar essa metodologia em prática na sua instituição. Quer ler mais sobre o assunto? Então confira o artigo que separamos para você: 8 metodologias de ensino inovadoras para levar para a sua IES

Artigos Relacionados