Saiba quem faz Enade nas próximas edições

Afinal, quais estudantes são obrigados a fazer o Enade? Quais podem ser dispensados? Quem escolhe os alunos para cada edição? Tenha as respostas para todas essas perguntas em mãos após ler este artigo que preparamos para você!

Compartilhe este artigo

Realizado anualmente e de participação obrigatória, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes avalia:

  •  o aprendizado dos concluintes dos cursos de graduação em relação aos conteúdos previstos nos respectivos currículos;
  • o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias para uma formação apropriada;
  • o nível de atualização dos estudantes em relação à realidade nacional e internacional.

Porém, a cada edição, apenas um grupo de cursos é avaliado pelo Exame. Por isso, é muito importante que as Instituições de Ensino Superior estejam atentas a quem faz Enade a cada ano.

O conceito Enade é ainda o principal componente para o cálculo dos  Indicadores de Qualidade da Educação Superior, que conta também com as respostas do Questionário do Estudante, e que é a base para o ranking avaliativo de cursos nacionais e avaliações legais por parte do MEC para concessão de licenças de funcionamento das IES.

Gestores, professores e demais profissionais que trabalham na área da educação já conhecem a importância do Exame. Por isso, hoje vamos conversar um pouco mais sobre quem faz o Enade nas próximas edições, quem pode ser dispensado e as sanções cabíveis aos que se furtarem de realizar a prova.

Quem deve fazer o Enade?

Todos os alunos que estão ingressando ou se formando nos cursos determinados pelo Inep para avaliação naquele ano têm a obrigação de realizar a prova. A inscrição de cada um é de responsabilidade da IES, mas o comparecimento e realização da prova é obrigação do estudante.

A necessidade de avaliação dos alunos ingressantes acontece para que se possa ter uma amostra sobre o que os estudantes tinham conhecimento ao entrar no curso e a diferença desse aprendizado ao final da formação.

Quem faz Enade nas próximas edições?

O Exame de 2020 sofreu mudanças e foi adiado para 2021 e 2022.

Saiba, agora, quem faz Enade nos próximos anos:

Cursos a serem avaliados em 2020 (adiado para 2021)Ciclo Avaliativo do Ano II:

  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra; Linguística, Letras e Artes e áreas afins; 
  • Cursos de licenciatura nas áreas de conhecimento de Ciências da Saúde; Ciências Humanas; Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra; Linguística, Letras e Artes; 
  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Humanas e Ciências da Saúde, com cursos avaliados no âmbito das licenciaturas; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Infraestrutura e Produção Industrial.

Cursos previstos para avaliação de 2020 (adiado para 2022) – Ciclo Avaliativo do Ano III:

  • Cursos de bacharelado nas Áreas de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas e áreas afins; 
  • Cursos de bacharelado nas Áreas de Conhecimento Ciências Humanas e áreas afins que não tenham cursos também avaliados no âmbito das licenciaturas; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design.

Cursos previstos para avaliação de 2020 (adiado para 2022) Ciclo Avaliativo do Ano I:

  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Ciências Agrárias, Ciências da Saúde e áreas afins; 
  • Cursos de bacharelado nas áreas de conhecimento de Engenharias e Arquitetura e Urbanismo; 
  • Cursos Superiores de Tecnologia nas áreas de Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança.

Leia também: o que é e como aumentar a nota no Enade em sua IES?

Quem não precisa fazer Enade?

A prova é obrigatória apenas para os alunos que estão se formando no ano em que o Enade avaliará o respectivo curso. Portanto, os demais estudantes não precisam fazer o Exame.

O que acontece com o aluno que deveria e não fez o Enade?

O Enade é um item curricular obrigatório. Portanto, é indispensável para o universitário obter o diploma. O aluno inadimplente com essa obrigação fica impossibilitado de colar grau enquanto não regularizar sua situação junto ao Enade.

Banner de divulgação do infográfico gratuito sobre o que mudou no Enade 2020. Link para download: https://materiais.saraivaeducacao.com.br/lp-infografico-enade2020?utm_source=blog&utm_medium=banner-artigo&utm_campaign=material-rico

Quem pode ser dispensado do Enade?

Comumente, todos os alunos ingressantes são dispensados da realização da prova. A informação deve ser, no entanto, averiguada a cada ano na publicação do Diário Oficial que determina as regras da prova para aquele ano.

Vale a ressalva que a dispensa é da realização da prova para os ingressantes, não acarretando na dispensa da necessidade de inscrição desses alunos por parte da instituição.

A solicitação de dispensa da prova também faz parte do processo de regularização de estudantes concluintes que não realizaram a prova em anos anteriores. Ela deverá ser solicitada pelo estudante ou pela IES dependendo da natureza do motivo.

Cabe exclusivamente ao estudante em situação irregular apresentar solicitação formal de dispensa da prova no Sistema Enade no caso de ausências motivadas por ocorrências de ordem pessoal ou de compromissos profissionais, ambas devidamente comprovadas com documentos. 

Caso a irregularidade tenha se dado por culpa da IES, a própria instituição (pela figura do Coordenador de Curso) deverá entrar com o formulário solicitando a dispensa.

Todas as solicitações devem ser enviadas exclusivamente por meio do Sistema Enade, na data determinada, e acompanhada de todos os documentos solicitados de acordo com as instruções normativas.

Leia também: o que é um banco de questões Enade, como funciona e sua importância

Quem escolhe os alunos para fazer o Enade?

Os cursos avaliados a cada edição são determinados pelo MEC, a partir das sugestões do Conaes, e de acordo com cada área do conhecimento e eixos tecnológicos pré-determinados. 

Cada curso não pode ficar mais do que três anos sem ser avaliado, de modo que são divididos em três Ciclos Avaliativos que se revezam a cada ano.

A confirmação da lista de cursos avaliados em cada ano pode ser conferida no site do Inep na aba referente ao Enade.

Aqui, vale o lembrete que a realização da prova é censitária, ou seja, todos os alunos concluintes dos referidos cursos devem fazer a prova. Embora a Lei nº. 10.861, de 14 de abril de 2004, que criou o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), permita a realização do Exame por amostragem ano após ano, ele segue sendo aplicado de maneira censitária.

Esperamos ter te ajudado a estar preparado para tirar todas as possíveis dúvidas de estudantes, professores e demais gestores educacionais sobre quem faz Enade. Aproveite para conferir o nosso artigo sobre como preparar os estudantes para esse Exame tão importante!

Artigos Relacionados