Como se preparar para OAB? Confira uma série de dicas!

Clique aqui e confira um guia completo sobre como se preparar para OAB!
Como se preparar para OAB: alunos fazem prova

O exame OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) é um marco para aqueles que concluem o curso de Direito, já que o bacharel precisa da aprovação neste exame para começar a atuar na área. 

Neste sentido, as IES podem (e devem) conduzir os discentes na jornada de como se preparar para OAB.

Como você sabe, a prova tem como objetivo avaliar se os futuros advogados possuem o conhecimento necessário para começar, de fato, a exercer a profissão.

Ela possui duas fases. A primeira é uma avaliação objetiva, com 80 questões de múltipla escolha. Para avançar para a segunda etapa, é preciso que o candidato alcance a pontuação de 50% ou mais. Ou seja, deve-se atingir, no mínimo, 40 respostas corretas. 

Já a segunda fase do exame consiste em uma prova prático-profissional, com perguntas dissertativas e uma peça processual. Esta etapa vale dez pontos, e é preciso obter ao menos seis para a aprovação.

O fato é que o exame representa um grande desafio para quem sai da faculdade, demandando um bom preparo.

Neste artigo, explicaremos como se preparar para OAB e o que as instituições de educação superior podem fazer para ajudar os estudantes neste processo.

Continue a leitura!

Como estudar para OAB do zero? Confira 8 dicas valiosas!

É natural que os alunos do curso de Direito tenham questionamentos sobre como se preparar para OAB desde que ingressam no curso. 

A prova abrange uma série de conteúdos estudados durante a graduação, e surge com isso a dúvida sobre a necessidade ou não de começar a se preparar ainda na faculdade, diante da alternativa de esperar pela conclusão do curso.

A resposta para esta dúvida, claro, é que o ideal é começar o preparo para a prova da Ordem dos Advogados do Brasil ao longo da graduação, organizando uma rotina de estudos que divida o tempo com as demais tarefas do curso.

Assim, o estudante terá mais tranquilidade para revisar os conteúdos sem pressa ou ansiedade.

A seguir, você confere dicas valiosas para apoiar os alunos da sua IES que se perguntam como se preparar para OAB. Acompanhe!

1. Fomentar os estudos durante toda a graduação

Por que realizar o preparo desde o começo do curso? Confira abaixo alguns motivos para começar a estudar ainda durante a graduação:

Mais chance para assimilar o conteúdo

Estudar com o acompanhamento dos professores facilita a jornada de preparo para a prova da OAB. Aliás, ao fazer a prova durante a própria faculdade, é muito mais provável que se esteja atualizado(a) quanto a prováveis mudanças na legislação, que acontecem com certa frequência.

Possibilidade de tirar dúvidas

Mais uma vez, a relação entre professor e aluno pode ser uma grande aliada para quem está se preparando para o exame. Há a possibilidade de esclarecer dúvidas a todo momento com o corpo docente, seja durante as aulas e intervalos ou mesmo pelos meios digitais, como e-mail.

Disponibilidade da biblioteca 

A preparação para a prova da OAB exige a leitura de vários materiais. Para quem estuda por conta própria, pode ser difícil ter acesso às obras.

Contudo, os alunos que ainda estão na faculdade podem contar com os diversos conteúdos disponíveis na biblioteca digital de Direito da IES para apoiar os estudos e se aprofundar nos temas necessários.

Leia também: Conheça o Direito Digital e sua importância para a IES

2. Realizar simulados com questões de provas anteriores

Muitos alunos certamente se perguntam: o que estudar para a primeira fase da OAB? Bem, um caminho óbvio e que pode ser amplamente estimulado pela sua IES é a resolução de provas anteriores.

Ao aplicar os exames na própria instituição de ensino, por meio de simulados — realizados no mesmo molde da prova original —, é possível também ajudar os discentes a realizar uma boa gestão do tempo de prova. Afinal, responder às 80 questões e preencher o gabarito demanda bastante tempo.

Ademais, a partir de simulados, eles conseguem identificar pontos de melhoria e redirecionar o seu foco de estudo, se for o caso.

3. Estimular os alunos a conhecer a Constituição Federal

Muitas questões do Exame da Ordem são extraídas da Constituição Federal de 1988. Por isso, é imprescindível estudar o Direito Constitucional com afinco para fazer a prova.

Diante disso, separar um tempinho diariamente — uma hora por dia, por exemplo — para estudar a Constituição é certamente uma boa ideia. 

Essa é uma estratégia que otimiza o estudo do Direito de uma forma geral, já que a constituição se encontra no topo da pirâmide normativa dos ordenamentos jurídicos.

4. E também o Código de Ética e Disciplina da profissão

O Código de Ética e Disciplina regula os deveres do advogado em relação à comunidade, ao cliente, a outros profissionais e, até mesmo, à publicidade. Este último ponto envolve a recusa de patrocínio, o dever de assistência jurídica, o dever geral de urbanidade, etc.

Bem, o fato é que o candidato irá se deparar com muitas questões sobre ética profissional ao abrir a prova da Ordem, e deverá estar preparado para respondê-las. O índice de acerto das questões de ética também é elevado. Portanto, é uma aposta certeira para se dar bem no exame.

Por isso, é fundamental ter atenção a esta disciplina, focando em pontos como: 

  • Direitos e deveres dos advogados;
  • Honorários e espécies de advogados;
  • Responsabilidade do advogado;
  • Publicidade no exercício da advocacia, entre outros tópicos.

5. Contar com a BDS Legis

A BDS Legis é o recorte da Biblioteca Digital Saraiva específico para o curso de Direito. Trata-se de um acervo composto por 11 títulos selecionados, que incluem Vade Mecum Tradicional e Vade Mecum temáticos de Direito Penal, Direito Civil, Trabalhista, entre outros.

Tais títulos são o que se chama de legislação seca. Ou seja, trata-se de textos que estão na íntegra, como foram publicados pelos legisladores.

Apesar de muitos candidatos focarem em doutrinas e resumos na hora de estudar para o Exame da Ordem, a lei seca é o cerne das questões, e muitas são baseadas em sua literalidade. 

Sendo assim, conhecê-la em profundidade pode fazer toda a diferença para a identificação de uma resposta correta. Em muitos casos, apenas uma palavra diferencia uma alternativa das demais, na primeira fase da prova.

Ter este conteúdo disponibilizado pela BDS Legis é, portanto, imprescindível para os futuros advogados.

As questões do Exame da Ordem podem ser reproduções de dispositivos legais, com frases alteradas minimamente. Então, todo cuidado (e estudo) é pouco.

6. Ajudar estudantes a criar um plano de ação

Um plano de ação voltado para os estudos ajuda os estudantes a gerenciar o próprio tempo.

É importante que a IES fomente entre os alunos a importância de criar uma rotina de estudos, respeitando as particularidades de cada um e os horários de maior aproveitamento, em que a atenção é redobrada. 

Nestes momentos de foco total nos estudos, algumas dicas são coringas, como:

  • Evitar possíveis distrações, como o celular, que deve estar preferencialmente desligado enquanto se estuda;
  • Procurar um local tranquilo para os estudos, onde não haja interrupções;
  • Realizar intervalos para descanso;
  • Evitar sobrecarga, uma vez que o cansaço não só atrapalha a aquisição do conhecimento como também pode impactar a saúde mental.

Criar um cronograma de atividades e pontos que merecem maior atenção é sempre uma boa ideia para aqueles que buscam como se preparar para OAB.

Para tanto, é possível verificar o edital OAB e analisar as disciplinas cobradas. A partir disso, fica mais fácil para o aluno identificar os seus pontos fortes e fracos e, então, criar o seu cronograma de estudos.

7. Fomentar cuidados com a saúde mental

Manter uma boa saúde mental ao longo da graduação, sobretudo quando falamos de cursos tão demandantes quanto o de Direito, pode representar um imenso desafio para os estudantes.

Aliás, os problemas relacionados à saúde mental têm aumentado cada vez mais em todo o mundo. 

Para que se tenha uma ideia, o estudo “Global Student Survey”, que ouviu 16,8 mil estudantes de 18 a 21 anos entre outubro e novembro de 2020, concluiu que o Brasil é o país com maior índice de universitários que declararam ter a saúde mental afetada durante a pandemia de Covid-19.

Diante disso, é papel das IES se esforçar para promover um ambiente de estudos saudável e aberto a apoiar os estudantes diante das dificuldades que possam estar enfrentando.

Há uma série de formas de agir neste sentido, como promover rodas de conversa sobre saúde mental e fornecer apoio psicológico com a presença de profissionais qualificados na próprio instituição.

Além disso, pode-se criar um ambiente em que os alunos se sintam confortáveis para compartilhar com os docentes ou até mesmo com os coordenadores pedagógicos eventuais problemas que estejam enfrentando.

Leia também: Cuidando da saúde mental no curso de Direito

8. Mostrar importância de manter o foco

A IES deve mostrar para o estudante que é fundamental manter o foco na aprovação, sem desanimar caso ela não aconteça nas primeiras tentativas. Os erros devem servir como pontos de atenção, para que o estudante se debruce mais sobre as matérias em que apresenta mais dificuldades.

Como se preparar para OAB desde o início da faculdade?

Muitos discentes optam por fazer o Exame da Ordem durante a própria graduação. Deste modo, ao conseguirem a aprovação com antecedência, podem partir para o mercado de trabalho assim que concluírem o curso. 

E, claro, esta é uma maneira de contar com o auxílio dos professores e o respaldo dos conteúdos estudados em sala de aula, ainda “frescos”, para se aprofundar nos temas cobrados na prova. 

Para se preparar para o Exame da Ordem desde o início da faculdade, valem as dicas pelas quais passamos acima. 

É preciso que os estudantes conheçam os seus pontos fortes e fracos, criem um cronograma de estudos e, claro, possam contar com bons materiais de apoio.

Como se preparar para OAB: qual o melhor material de estudo?

Já apresentamos aqui uma série de dicas para a sua IES apoiar os alunos que precisam se preparar para o Exame da Ordem.

Mas, calma, ainda não acabou! Não poderíamos finalizar este conteúdo sem falar também sobre as obras do selo Saraiva Jur, líder de mercado na produção de conteúdo jurídico, e sobre as Disciplinas Online Saraiva.

Selo Saraiva Jur

O selo Saraiva Jur assegura qualidade nas publicações de seus títulos por meio de autores renomados, que contribuem para a formação de um catálogo jurídico de excelência com mais de 3.000 títulos.

O selo conta com três editorias principais: doutrina, legislação seca e concurso. Esta última possui obras direcionadas a bacharéis em Direito que estão buscando como se preparar para OAB.

Fazem parte do catálogo também livros com materiais complementares disponíveis em uma plataforma online exclusiva, com questões comentadas e videoaulas. Este selo encontra-se disponível na Biblioteca Digital Saraiva!

Disciplinas Online da Saraiva (DONS)

Aqui, vale lembrar que a Saraiva Educação possui um portfólio de mais de 6.000 objetos de aprendizagem multiformato voltados para o curso de Direito. Tratam-se das Disciplinas Online Saraiva, ou DONS, uma solução que pode ser contratada pela sua instituição de educação superior.

A ideia é manter os estudantes engajados com conteúdos inovadores, gravados por professores e autores da Saraiva Jur. E, claro, conduzir os estudantes em direção à sua futura trajetória profissional, o que inclui fornecer conteúdos atualizados voltados ao seu preparo para o Exame da Ordem. 

Este se tornou bastante desafiador com o passar do tempo e, como você bem sabe, exige um intenso preparo prévio.

Lembrando que os materiais das DONS podem ser disponibilizados na própria plataforma de aprendizagem utilizada pela sua instituição de ensino.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você! Para saber mais sobre as nossas soluções voltadas para o curso de Direito e como se preparar para OAB, clique aqui e fale com um de nossos especialistas!

Você também pode gostar

Curso de Direito EaD?
A Saraiva Educação preparou várias trilhas de aprendizado explicar como implementar na sua IES.

Artigos em destaque

Inscreva-se em nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!

Deseja manter-se sempre atualizado? Receba quinzenalmente uma seleção de materiais sobre a educação superior — é só informar seu melhor endereço de e-mail!